Regionais - Diplomas do Paraguai e da Argentina serão aceitos no Brasil - Notícias
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 7868 »
Regionais : Diplomas do Paraguai e da Argentina serão aceitos no Brasil
Enviado por alexandre em 18/01/2019 22:24:11

Diplomas do Paraguai e da Argentina serão aceitos no Brasil

Acordo para simplificar a revalidação foi firmado durante a Cúpula do Mercosul.

O Mercosul firmou um acordo para simplificar o processo de revalidação dos diplomas de graduação concedidos em seus países-membros. O acordo foi assinado nesta semana durante a 53ª Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados. A revalidação se dará mediante verificação documental, não havendo necessidade de análises específicas de avaliação acadêmica.

Dessa forma, um diploma de graduação obtido no Brasil, por exemplo, terá validade na Argentina, Paraguai e Uruguai, os outros países do Mercosul. A reciprocidade deverá ser aplicada entre esses quatro países.

“O objetivo do presente acordo é a revalidação entre as partes dos títulos ou diplomas em nível de graduação que tenham validade oficial no sistema educacional da parte onde foram obtidos, conforme seu arcabouço legal vigente de Ensino Superior”, diz parte do acordo. A aplicação da validação poderá ser feita de forma gradual pelos países e o princípio da reciprocidade deverá ser adotado.

Os cursos incluídos no acordo são apenas aqueles reconhecidos no Sistema de Credenciamento Regional de Cursos de Graduação e Estados Partes do Mercosul e Estados Associados (Sistema ARCU-SUR). Os estados associados também estão incluídos no acordo, desde que tenham assinado o acordo que criou o Sistema ARCU-SUR. Os estados associados do Mercosul, atualmente, são Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Peru e Suriname.
FONTE: Marcelo Brandão (Agência Brasil)

Regionais : ENEM: Nota mil na redação estudou sozinha
Enviado por alexandre em 18/01/2019 21:14:33

ENEM: Nota mil na redação estudou sozinha

O GLOBO

Após a divulgação do resultado do Enem, muitos estudantes comemoram as notas obtidas, enquanto outros lamentam e ficam na apreensão pela chegada do Sisu, sistema para se candidatar as vagas no ensino superior. Uma minoria, no entanto, tem algo a mais para exaltar. Segundo o Inep, autarquia responsável pelo Enem, dos 4,1 milhões de candidatos, somente 55 tiraram mil na redação.

Nesse pequeno contingente de pessoas, está a estudante Gabriela Correa de Araújo, de 21 anos. Moradora da cidade de Toledo, no Paraná, ela passou o ano estudando por conta própria na tentativa de conseguir uma boa nota para ingressar no curso de Medicina.

Antes da decisão de estudar sozinha, no entanto, cursou escolas particulares e passou um ano em colégio preparatório para vestibulares.

— Tive muito apoio dos outros, é mérito meu e de todas as pessoas ao meu redor. Sou exceção dentro da comunidade negra e isso é triste. O que eu tive não foi apenas esforço e boa vontade, o que eu tive foram boas oportunidades.

Ao saber que fazia parte do seleto grupo de 55 pessoas com nota mil na redação, ela mostrou-se surpresa. O mesmo não ocorreu quando deparou-se com o tema da prova:"Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet".

— Era um tema que eu estava batendo na tecla faz tempo, pensando muito. Juntei um pouco sobre a questão dos dados e ditadura. Falei que estamos vivendo em uma ditadura dos dados e não estamos percebendo. Já tinha estudado muito sobre isso, era algo que estava acontecendo e sendo discutido — relata a estudante.

No dia da prova, Gabriela escreveu três versões do texto durante as 5h30 de provas que tinha para realizar a redação e 90 questões de multipla escolha de Linguagens e Ciências Humanas. O segredo para obter um bom desempenho no exame, segundo ela, foi a prática da escrita e da leitura durante os dias de estudo em casa.

— Eu escrevia todos os dias, isso me ajudou muito porque eu aprendi a colocar no papel o que está na minha cabeça. Se eu pudesse dar uma dica é que você escreva algo todos os dias, nem que seja só um parágrafo. Independentemente do tema que for. Saber escrever e estar acostumado a escrever já te coloca muito à frente dos concorrentes.

Gabriela aguarda, agora, o início das inscrições para o Sisu 2018, na próxima terça-feira. Com um desempenho que ela considera "razoável" nas outras provas e uma nota mil na redação, ela espera que, neste ano, consiga realizar o sonho de conseguir uma vaga em Medicina.

— Vamos ver o que vai acontecer. Espero que dê para conseguir uma vaga. Se não der, vou continuar tentando.

Segundo o Inep a média geral dos estudantes na redação foi de 522,8. Entre os concluintes, aqueles que estão no terceiro ano do Ensino Médio, a nota foi de 523,4.

Já entre os egressos, a nota foi menor, com 520,9. Por outro lado, entre os treineiros, aqueles que ainda não completaram o ensino médio e não estão no último ano, a nota foi a maior: 541,2. 112.559 alunos zeraram a avaliação.

Regionais : Repórter denuncia Datena por assédio sexual
Enviado por alexandre em 18/01/2019 21:09:44

Repórter denuncia Datena por assédio sexual

NOTICIAS DA TV

A jornalista Bruna Drews, 35 anos, está acusando o apresentador José Luiz Datena, 61, de assédio sexual. Em representação protocolada no Ministério Público de São Paulo, Bruna afirma que o titular do Brasil Urgente teria lhe dito que ela não precisava emagrecer porque já "era muito gostosa", que diversas vezes teria se masturbado pensando nela e que achava "um desperdício" a profissional "namorar uma mulher".

A "cantada" teria acontecido em 7 de junho do ano passado, durante comemoração do fim das gravações do quadro A Fuga, do extinto Agora É com Datena, em um bar na região central de São Paulo. Bruna diz que só decidiu processar Datena agora porque, após o suposto assédio, teve uma grave crise de depressão e pânico.

Em licença médica desde julho, Bruna também está movendo ação trabalhista contra a Band, à qual acusa de ter sido conivente com Datena. Quanto ao apresentador, caberá ao Ministério Público, na semana que vem, decidir se abre uma investigação policial ou se pede diretamente a abertura de um processo na Justiça.

José Luiz Datena nega as acusações e cita testemunhas que afirmam não terem visto qualquer conversa de teor sexual entre ele e Bruna. "Na comemoração, repeti a ela que ela era muito bonita e que não precisava emagrecer, porque ela já era competente. Tirando isso, todo o resto é mentira, calúnia e delírio", diz Datena (leia mais no final deste texto).

Apresentador elogiava beleza de repórter

Ex-Record, Bruna Drews foi para a Band em 2014, a convite de Luiz Bacci. Um ano depois, virou repórter do Brasil Urgente. O jornalismo policial lhe fez mal. A pressão natural do trabalho e ameaças de morte por parte de bandidos a fizeram se sentir exposta, e ela desenvolveu sídrome do pânico. Em junho de 2016, começou uma série de afastamentos para tratamentos médicos.

No ar, Bruna demonstrava ter uma boa relação com Datena. Não parecia se incomodar com os elogios, que custaram ao âncora, segundo relato do próprio em seu programa, uma breve crise com sua mulher, Matilde --ela teria o obrigado a dormir no sofá.

Na denúncia ao Ministério Público, no entanto, Bruna diz que os comentários de Datena lhe deixavam constrangida. Ela cita dois momentos que considera "absurdos": quando o apresentador interrompia reportagens para elogiar sua beleza e a ocasião em que pediu para o cinegrafista mostrar ao telespectador todo o seu corpo, como se ela fosse uma panicat, não uma jornalista.

Por causa desse tratamento, Bruna passou a ouvir comentários indesejados nas ruas. Diz ter sido chamada de "Lanchinho do Datena" e "Mina do Datena".

Constrangimento na comemoração da firma

Na representação criminal, Bruna relata que se sentou de frente para Datena na comemoração do fim das gravações de A Fuga. Quando as pessoas que estavam ao lado dela foram embora, Datena teria iniciado as conversas "de cunho sexual".

Segundo Bruna, Datena lhe confessou que naquela noite tinha a intenção de "comer" uma assistente de palco do Agora É com Datena, mas, já que ela tinha ido embora, resolveu conversar com a repórter. Começou dizendo que Bruna tinha emagrecido porque estava enfrentando problemas pessoais e psicológicos.

"Datena, emagreci por causa do ritmo de trabalho intenso", respondeu Bruna. O âncora, então, teria comentado que ela "não deveria ter emagrecido porque" já "era muito gostosa". "Eu já bati muita punheta pra você, você nem imagina o quanto. Eu batia punheta pra você antes e depois do programa", teria dito o apresentador, para uma Bruna estupefata, de acordo com o documento base da futura ação criminal.

Datena teria ainda discorrido sobre a opção sexual da jornalista. "Não tenho nenhum preconceito... Minha filha já ficou com mulheres, mas é um desperdício você namorar uma mulher, não deve ter conhecido o homem certo", teria dito.

De acordo com Bruna, várias pessoas presentes à comemoração ficaram constrangidas. Na representação, ela diz que o diretor de programas Rafael Gessullo se levantou e foi embora com sua mulher ao ver a cena.

Gessullo diz que não foi bem assim. "Eu vi os dois conversando, mas não escutei nada. Nós saímos da mesa para conversar em outro lugar do bar. Não fomos embora", conta ele, atualmente na direção da nova edição de O Aprendiz.

Sob a condição de não ter seu nome revelado, uma outra pessoa que estava na mesa, no entanto, confirma ter ouvido a conversa relatada por Bruna. Ela vai depor contra Datena no tribunal. "Estou à disposição para qualquer esclarecimento judicial", diz a profissional de TV.

Denúncias são totalmente falsas, diz Datena

Datena, de seu lado, também enumera uma lista de testemunhas que negam o relato de Bruna. Ele afirma que as acusações são totalmente "falsas" e que já está "tomando providências legais".

"Isso não é verdade, é falso. Eu disse para ela que ela era uma pessoa bonita. Dizia no ar, pra todo o Brasil ouvir, [que é] bonita e competente. Ela nunca reclamou, só me agradeceu por tratá-la bem", diz Datena.

"Um dia, durante as gravações do quadro A Fuga, ela estava muito magra, passou mal e eu pedi para que ela fosse atendida. Na comemoração, repeti a ela que ela era muito bonita e que não precisava emagrecer, porque ela já era competente. Tirando isso, todo o resto é mentira, calúnia e delírio", continua.

Datena sustenta que nunca nunca tocou em Bruna. "Jamais faria isso. Sou um homem casado, tenho cinco filhos e seis netos", diz. "Poucas vezes tive conversas privadas com essa moça. Nunca avancei qualquer sinal com essa moça, inclusive, depois do Boteco do Tunico [onde houve a comemoração], ela veio me agradecer."

Datena coloca em dúvida a sanidade de Bruna. "Naquela dia, ela estava bebendo e pedi para levarem ela para casa." Bruna diz que "estava totalmente sóbria" e que não havia necessidade alguma de levaram-na para casa. "Só bebi dois copos de cerveja enquanto ele bebeu dois [uísques] Jack Daniel's".

Bruna relata o assédio de Datena também na ação trabalhista que move contra a Band.

Procurada, a Band não se manifestou. "O processo trabalhista em questão tramita em segredo de Justiça, a pedido, inclusive, da própria autora. A Band está impedida de se manifestar sobre o assunto", esclareceu a emissora em nota.

Consciência limpa

Na manhã desta sexta-feira (18), Bruna Drews publicou uma mensagem em seu Instagram dizendo que estava com a "consciência limpa e tranquila" após ter tornado público o episódio envolvendo Datena: "Estou do lado da verdade! Consciência limpa e tranquila! Faço isso por todas as mulheres que são obrigadas a passar por isso diariamente!", escreveu.

Novos depoimentos

Na tarde desta sexta, Bruna deu depoimento ao programa Fofocalizando, do SBT. Ela disse que tudo o que o Notícias da TV publicou sobre o caso é verdade e que não pretende voltar ao jornalismo, traumatizada.

"Eu me sentia muito constrangida com o assédio que sofria no ar, mas tinha que pagar coisas para os meus pais, tinha que sustentar uma casa. Mas quando aconteceu o assédio no restaurante, senti que deveria procurar a Justiça e denunciar. Mandei uma carta à Band falando sobre o assédio, a Band me mandou ficar em casa um tempo, descansar. Não procurou o Datena ou testemunhas", falou.

"Ouvi frases de funcionários da Band, superiores, que disseram que isso é típico do Datena, ele faz isso com quem ele gosta. Só quero que a verdade seja mostrada, alguém precisa parar esse homem. Espero que eu seja essa pessoa. Já desisti da minha carreira, exatamente por causa dele, da Band, fiquei bem destruída por dentro. Não tenho mais esperança nenhuma de voltar à televisão, por isso estou abrindo o jogo", concluiu.

No programa, Datena respondeu às acusações e reafirmou que o que Bruna diz é calúnia. "Sempre elogiei esta moça ao vivo no 'Brasil Urgente', como faço com outros repórteres homens e mulheres, pela beleza e competência, acima de tudo. (...) Sempre a apoiei, como faço com os profissionais com quem trabalho, e ela me agradeceu pessoalmente por isto nos poucos contatos que tive com ela na Band (foram raras as vezes que conversamos fora do ar)", disse em nota oficial.

"Quando eu soube desta mentira, em respeito à minha mulher, com quem sou casado há 41 anos, meus cinco filhos e seis netos, tomei minha providências jurídicas contra esta profissional, de quem espero que resolva seus problemas psicológicos, que são muito anteriores aos fatos que ela descreve, e outra forma que não seja tentar destruir pessoas que quiseram ajudá-la", completou.

Regionais : PRF prende jiparanaense transportando mais de 12 kg de cocaína em fundo falso
Enviado por alexandre em 18/01/2019 20:57:32

PRF prende jiparanaense transportando mais de 12 kg de cocaína em fundo falso
PRF prende jiparanaense transportando mais de 12 kg de cocaína em fundo falso
A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na manhã desta quarta-feira (9) mais de 12kg de cocaína em posse de um homem identificado como, Carlos Alberto, que trafegava num veículo no Km 99, em Senador Guiomard na BR-317.

A prisão do homem e apreensão do entorpecente aconteceu durante uma fiscalização de rotina, a droga estava em um fundo falso num carro de placa do município de Ji-Paraná/RO. De acordo com a polícia, o condutor vinha da fronteira com a Bolívia e seguia com destino a Rondônia.

Na abordagem, o motorista demostrou bastante nervosismo. Foi feito uma busca minuciosa no automóvel e os policiais localizaram dois fundos falsos na “caixa de ar” do veículo, com acesso pelas duas caixas de rodas dianteiras. Ao abrir o espaço preparado, os agentes encontraram uma substância que reagiu positivamente para cocaína, no teste preliminar.

“Esta ação representa o tirocínio, a perspicácia e o comprometimento dos nosso policiais no incansável trabalho diuturno nas rodovias federais no estado do Acre contra a criminalidade, demostrando a importância da PRF para a sociedade”, informou o Superintendente Regional da PRF/AC. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e o homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Federal em Rio Branco para os procedimentos legais cabíveis.

rondoniatual

Regionais : Quadrilha tenta roubar carro-forte na BR-319 durante intenso tiroteio
Enviado por alexandre em 18/01/2019 20:51:25

Quadrilha tenta roubar carro-forte na BR-319 durante intenso tiroteio

Diversas equipes da Polícia Militar de Porto Velho/RO, foram acionadas na tarde desta sexta-feira (18) para a altura do quilômetro 30 na BR-319, após a ponte do Rio Madeira, onde bandidos armados tentaram interceptar e roubar um carro-forte. O veículo acabou caindo em uma ribanceira e os criminosos fugiram em dois veículos. O Helicóptero Falcão 01 se deslocou rumo a Humaitá (AM). no km-130 local da ocorrência. Barreiras foram montadas na BR-319 pela PRF. O carro de transporte de valores da empresa Prossegur sofreu um ataque de bandidos. Um carro foi abandonado e queimado. Dois funcionários da empresa foram feridos. Um foi encaminhado para Humaitá e o outro com um tiro no abdomen encaminhado para Porto Velho, em uma caminhonete branca.

« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 7868 »