Justiça - Bom exemplo - Notícias
« 1 ... 178 179 180 (181) 182 183 184 ... 187 »
Justiça : Bom exemplo
Enviado por alexandre em 19/07/2010 18:26:08



ENEM: Escola 28 de Novembro alcança a melhor média entre as escolas de Ouro Preto

O Governo Federal divulgou nesta segunda-feira, 19, as médias do Exame Nacional do Ensino Médio no Brasil (ENEM).

Em Rondônia, as 5 melhores notas são de escolas particulares, sendo que o Centro de Ensino Classe A ficou em primeiro, com 670.43 pontos, seguido pela segunda unidade do Classe A, com 658,43. Em terceiro lugar ficou o Centro Educacional Memorina Rosa Campos, de Cacoal, com 648,63, seguida pela Cooperativa Educacional de Vilhena, 610,45 e Centro Educacional Objetivo, com 608,86.

Na rede pública a Escola Agrotécnica de Colorado, que é federal, obteve a média de 603,08, seguida pela Escola Estadual Manuel Bandeira, também de Colorado do Oeste.

O terceiro, quarto e quinto lugar ficou respectivamente com três escolas da Capital, João Bento da Costa, 564,99, John Kennedy, 560,5 e Tiradentes, com 556,84.

As piores classificadas entre as escolas da rede privada foram Escola Família Agrícola Padre Ezequiel, de Cacoal, com 492,82 Cursos e Colégio Interação de Porto Velho, com 493,33, Escola Antônio Sanchez de Larragon de Cacoal, com 528,58, Escola Família Agrícola do Vale do Guaporé, no município de São Francisco do Guaporé, com 529 pontos de média e Centro Educacional São Paulo, de Ji-Paraná.

Já na rede pública a pior classificação ficou com a escola estadual Cecília Meireles, de Nova Brasilândia, com 352,83. A escola estadual Francisco Lisboa em Cujubim ficou em segundo lugar com 380,98 pontos, seguida pela escola estadual São Luiz, de Porto Velho com 393,92 e Cláudio Fialho, de Guajará Mirim, também da rede estadual com 397,65 pontos.

No município de Ouro Preto do Oeste a melhor escola foi a 28 de Novembro, com 544,63 em segundo lugar ficou a Joaquim de Lima Avelino com 529,08 e entre as escolas particulares o Educandário Curumim ficou em 1º lugar.

A Escola Estadual 28 de Novembro que tem cerca de 1700 alunos matriculados sempre foi uma referencia no ensino na região central do estado, destacando com seu corpo de professores e funcionários de apoio aliado ao bom desempenho do alunado mesmo diante das dificuldades que é uma escola pública.


Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com


Justiça : MUDANÇA
Enviado por alexandre em 16/07/2010 02:11:12



Major Abreu recebe apoio de importantes lideranças em todo o Estado rumo a ALE

O candidato a deputado estadual pelo DEM major Abreu vem percorrendo vários municípios do Estado levando as pessoas seu projeto político que se eleitor for será colocado em pratica na Assembléia Legislativa do Estado - ALE/RO.



O major Abreu esteve esta semana na região central do estado quando manteve contatos com várias lideranças políticas e comunitárias quando recebeu apoio das mesmas o que mostra a credibilidade que o candidato do DEM tem junto aos mais diferentes seguimentos sociais.

O candidato falou sobre o que motivou a lançar o seu nome em uma disputa eleitoral e defender a tropa do praça ao oficial lutando por um tratamento igualitário perante as Leis. Segundo o major Abreu é de se lamentar, mas infelizmente é a realidade, que, nos tempos atuais, têm faltado habilidade e inteligência política às lideranças da Polícia Militar.



A divisão em grupos antagônicos dentro dos Quartéis e a disputa partidária têm impedido o surgimento de novos líderes capazes de conquistarem não somente os votos dos membros da Corporação, bem como dos seus familiares e simpatizantes.

O candidato do DEM disse que apesar de possuir em seus quadros pessoas capazes e prontas para defenderem os interesses da tropa, a forma de agir tem impedido o reconhecimento também por parte da população, que diante das brigas e diferenças por parte dos militares, sempre escolhe um civil para representá-lo.

“Vamos levar até o eleitor que uma mudança só é possível com a união de todos e para que isso seja uma realidade é preciso que saibamos escolher o representante comprometido com a classe. Coloquei o meu nome por entender que estou preparado, mas é fundamental que o povo queira esta mudança uma mudança verdadeira e sem atrelamento com grupo ou interesses pessoais”, disse o candidato a deputado estadual major Abreu que ingressou na Polícia Militar no ano de 1995, tendo desempenhado diversas funções de comando e em todas com o reconhecimento da tropa e da comunidade.

No município de Ouro Preto do Oeste o então capitão Abreu implantou o policiamento comunitário, policiamento em bicicletas(ciclo-patrulha), desenvolveu ciclo de palestras as crianças e adolescentes nas escolas e nas Igrejas das zonas urbana e rural, foi o grande incentivador para a criação do conselho comunitário de segurança pública que foi desativado após a saída do oficial por motivo alheio da vontade da comunidade que até hoje pede uma explicação para o fato.

Autor Alexandre Araujo


Fonte: ouropretoonline.com



Justiça : Fichas sujas
Enviado por alexandre em 14/07/2010 01:42:15



Deputado Edson Martins entre os Fichas Imundas de Rondônia

Porto Velho (RO), 13.07.2010 – Das 234 impugnações realizadas até ontem,
segunda-feira (dia 12), o total de 21 são em decorrência da Lei
Complementar nº 135/2010, conhecida como Lei da Ficha Limpa. Os casos
mais comuns são de condenações por improbidade administrativa e contas
rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) ou pelo Tribunal de
Contas do Estado de Rondônia (TCE). Os dados são parciais. Novas
impugnações podem ser feitas até sábado com base na lista das
candidaturas registradas individualmente.

Confira a lista dos candidatos impugnados:

Altamiro Souza da Silva – contas rejeitadas pelo TCE quando era prefeito
de Alto Paraíso.
Carlinhos Camurça – contas rejeitadas pelo TCU quando era presidente do
PPB.
Daniela Amorim – condenação por improbidade administrativa.
Edson Martins de Paula – condenação por improbidade administrativa.
Ernandes Amorim – condenação por improbidade administrativa.
Expedito Júnior – condenação por abuso de poder econômico.
Francisco Sales Duarte Azevedo – contas rejeitadas pelo TCU quando era
prefeito de Ariquemes.
Irandir de Oliveira Souza – condenação por improbidade administrativa.
Ivo Narciso Cassol – condenação por abuso de poder econômico e abuso de
poder político.
Jair Miotto – condenação por compra de votos.
João Ricardo Gerolomo de Mendonça – condenação por crime contra a
administração pública e improbidade administrativa.
José Guedes – condenação e contas rejeitadas pelo TCU quando era
prefeito de Porto Velho.
Marcos Donadon – condenação por formação de quadrilha e improbidade
administrativa.
Meklisedek Donadon – condenação por improbidade administrativa, crime
ambiental, contas rejeitadas pelo TCU quando era prefeito de Colorado
D'Oeste e abuso de poder econômico.
Moreira Mendes – condenação por improbidade administrativa.
Natan Donadon – condenação por improbidade administrativa.
Paulo Moraes – condenação por abuso de poder econômico.
Samuel Marques dos Santos – contas rejeitadas pelo TCU quando era
delegado regional do Trabalho.
Silvernani Santos – condenação por improbidade administrativa.
Sueli Aragão – condenação de improbidade administrativa.
Zulmira Senhora de Brito – condenação por improbidade administrativa.


Assessoria

Justiça : Farra
Enviado por alexandre em 11/07/2010 22:08:34



MP estipula prazo para prefeitura acabar com a farra dos portariados em Ouro Preto

A prefeitura de Ouro Preto do Oeste tem até o dia 23 de outubro próximo para demitir boa parte dos mais de 500 portariados que estão na folha de pagamento. A decisão é do Ministério Público Estadual – MPE através do promotor de Justiça Evandro Araujo que informou foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o município

De acordo com o TAC ficou estabelecido um prazo até o dia 23 de outubro de 2010 para exoneração dos contratados sem concurso público para cargos comissionados que não forem de direção, chefia e assessoramento, devendo até o dia 29/10/2010 apresentar relação das pessoas exoneradas, bem como das pessoas que permanecem com cargos comissionados, com a devida especificação do cargo e função.

No TAC a prefeitura também se compromete a realizar concurso público do contrato 35/2010, firmado entre a prefeitura e Fundação Rio Madeira. Bem, essas foram as informações repassadas pelo Promotor de Justiça à assessoria de imprensa.

A denúncia foi protocolada no MP denunciando a existência de inúmeros contratos temporários de trabalho que não têm natureza excepcional, como motoristas, oficiais de serviços gerais, auxiliares administrativos, entre outros.

O artigo 37 da Constituição Federal trata da contratação temporária, e estabelecem que ela só deve ser feita em situações excepcionais, incomuns, que exigem satisfação imediata e temporária, não se enquadrando nos casos das contratações denunciadas à Promotoria de Justiça, que correspondem a serviços de necessidade permanente na administração municipal.

O sistema constitucional vigente diz que a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego. As exceções são as nomeações para cargo em comissão, declarado em lei de livre nomeação e exoneração, como prevê o artigo 37 da Constituição Federal.

Se a Prefeitura não cumprir a recomendação, a Promotoria entrará com uma ação civil pública assim como o concurso público que já está com as inscrições abertas o MP vai ficar atento a qualquer ato ilícito que por ventura ocorra.

Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com

Justiça : Atualização
Enviado por alexandre em 07/07/2010 22:49:56



2º BPM vai ministrar Curso de Condutores de Veículos de Emergência

O 2º Batalhão de Polícia Militar - BPM com sede no município de Ji-Paraná, comandando pelo tenente coronel - PM Márcio Ângelo, vai ministrar o curso de formação de condutores de veículos de emergência – CCVE. As aulas serão ministradas na sede da Unidade militar dividida em duas turmas sendo a 1ª no período de 19 a 30 julho e 2ª turma de 02 a 13 de agosto.

O referido curso visa atender às necessidades da Polícia Militar do Estado de Rondônia, concernentes ao efetivo qualificado para a condução de veículos de emergência conforme dispõe a legislação específica.

A interpretação dada pela Resolução nº. 268, de 15 de fevereiro de 2008, do CONTRAN, no §3º do art. 1º, entendem-se por veículos de emergência aqueles já tipificados no inciso VII, do art. 29 do CTB, portanto classificando os veículos de polícia como veículos de emergência

O curso será realizado em duas etapas. A parte teórica envolve as disciplinas de Direção Defensiva, Legislação de Trânsito, Primeiros Socorros, exercícios de frenagem com desvio de obstáculos, noções de Meio Ambiente, Convívio Social e Relações Interpessoais.

O objetivo principal do curso é capacitar os condutores a colocarem em prática todo o conhecimento adquirido no decorrer das aulas para desempenhar da melhor maneira possível sua função de motorista policial militar, uma vez que os veículos da PM e do Corpo de Bombeiros passaram a ser classificados como de emergência a partir da resolução 268/2008 CONTRAN, passando então a exigir tal qualificação.

"O policial desempenha uma atividade diferenciada, sob estresse. Portanto, deve estar preparado para dirigir em situações de emergência, com equilíbrio e poder de decisão", explica o tenente-coronel Márcio Ângelo que acrescentou os instrutores que vão ministrar o curso CCVE foram formados no SEST/SENAT em Porto Velho.


Autor Alexandre Araujo


Fonte: ouropretoonline.com

« 1 ... 178 179 180 (181) 182 183 184 ... 187 »