Justiça - Castração já - Notícias
« 1 ... 171 172 173 (174) 175 176 177 ... 185 »
Justiça : Castração já
Enviado por alexandre em 30/09/2010 17:13:19



Pai monstro: menor de 14 anos foi abusada sexualmente pelo próprio pai por dois anos

A conselheira tutelar Ruth Ferreira Ramos compareceu a DP local para prestar uma ocorrência de estupro de um pai contra sua própria filha hoje com 14 anos. De acordo com a denúncia formulada na DP a dona de casa S S conviveu maritalmente com o Senhor João da Silva Maciel e desta relação nasceram três filhos sendo dois meninos e uma menina.

O casal morava em Ouro Preto do Oeste, mas o Senhor João Silva recebeu uma proposta de trabalho em uma fazenda conhecida como Sexto localizada na Linha C 75 município de Rio Crespo. Segundo relato da dona de casa SS, ela e seus filhos sempre foram vitimas de agressões físicas praticadas pelo Senhor João Silva, diante do quadro a dona de casa resolveu fugir da casa deixando para trás seus três filhos.

Ouro Preto do Oeste foi o destino de volta da dona de casa SS que disse após quatro meses ter saído de casa soube que o seu ex-companheiro estava abusando sexualmente da própria filha.

No último dia 09 de setembro a menor de 14 anos não suportando mais tanta violência sexual e psicológica fugiu de casa e caminhou 25 km a pé até o município de Ariquemes e conseguiu fazer contato com sua mãe em Ouro Preto do Oeste, que procurou o Conselho Tutelar e denunciou o fato.

O delegado Cristiano Martins Matos ao tomar ciência do caso requisitou exame para constatação de conjunção carnal na vitima e solicitou ajuda da Polícia Civil de Ariquemes para localizar o elemento João Silva e o mesmo possa responder pelos seus atos animalescos.

“A priori o caso é grave, mas vamos aguardar o exame e posteriormente vamos prosseguir com o inquérito policial. Mas afirmo que a Policia Civil vai trabalhar e caso o acusado seja comprovado sua culpabilidade, vamos aplicar o que preconiza a legislação penal vigente no país”, disse o delegado Cristiano Martins Matos.

Por Alexandre Araujo

Justiça : Ficha Carniça
Enviado por alexandre em 27/09/2010 18:41:31



Candidatos de Rondônia que foram barrados pela ficha limpa, são réus em ações penais, foram denunciados como integrantes do esquema dos sanguessugas ou foram presos em operações das polícias Civil e Federal

Se você é eleitor de Rondônia, pense bem antes de dar seu voto a qualquer um dos candidatos da lista abaixo


Candidatos de Rondônia que foram barrados pela ficha limpa, são réus em ações penais, foram denunciados como integrantes do esquema dos sanguessugas ou foram presos em operações das polícias Civil e Federal

1- Adilson Rodrigues Tulio (PPS) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

2- Agnaldo Muniz (PSC) - candidato a senador. Foi um dos denunciados pela CPI dos Sanguessugas. Responde ao processo 2007.36.00.011902-8 na Justiça Federal de Mato Grosso pelos crimes de quadrilha ou bando, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O ex-deputado foi acusado pelo empresário Luiz Antônio Vedoin, da Planam, de receber R$ 12 mil pelo direcionamento de uma licitação no município de Novo Horizonte do Oeste (RO). Segundo ele, o valor corresponde a 10% de uma emenda de R$ 120 mil apresentada pelo então deputado para a compra de uma ambulância em 2003. Vedoin diz que transferiu o valor combinado por meio da empresa Klass Comércio e Representação Ltda., de propriedade de sua família, em favor de uma funcionária da prefeitura, indicada por Agnaldo Muniz. O pai do empresário, Darci Vedoin, declarou à Justiça Federal que o próprio deputado fazia contato com prefeitos para direcionar as licitações. Na defesa entregue à Câmara, Agnaldo Muniz disse que nunca fez acordo com a família Vedoin, que seu nome foi usado indevidamente como forma de obter o benefício da delação premiada. O ex-deputado negou qualquer ligação com a funcionária da prefeitura citada pelo empresário e apontou contradições nos depoimentos da dupla. Segundo Agnaldo Muniz, diversos municípios foram contemplados com suas emendas, mas apenas Novo Horizonte recebeu ambulância da Planam, em licitação aprovada pelo Ministério da Saúde. Em entrevista ao Congresso em Foco, Agnaldo Muniz também se diz vítima de perseguição política. “Provei minha inocência. Foi maracutaia do PMDB. Todas as testemunhas me inocentaram. A Polícia Federal diz que nada foi encontrado a meu respeito. O negócio é direcionado só para prejudicar minha campanha”, protesta o ex-deputado.

3- Altamiro Souza da Silva (PMN) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

4- Augustinho Pastore (PP) – candidato a deputado federal - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

5- Carlinhos Camurça (PP) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

6- Daniela Santana Amorim (PTB) – candidata a deputada federal - barrada com base na Lei da Ficha Limpa

7- Ernandes Amorim (PTB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa e réu nas Ações Penais 487 (Crimes de responsabilidade. Data de autuação: 21/05/2008); 475 (Irregularidades na concessão de radiodifusão. Data de autuação: 14/12/2007), 418 (Crime de responsabilidade e Lei de Licitações (c/ parecer da PGR pela extinção da punibilidade). Data de autuação: 11/04/2007). Preso em 2004 na Operação Mamoré, acusado de chefiar uma quadrilha envolvida em desvio de dinheiro público, formação de empresas fantasmas para ganhar licitações, grilagem de terra e exploração ilegal de minério. Também foram presos mais 20 acusados, entre eles, seu irmão, Osmar Santos Amorim. O que diz o candidato: "Esta ação se encontra prescrita, e assim será declarada pela Justiça. Contudo, é mais uma tentativa de incriminar este parlamentar, que sempre atuante na defesa do bem comum, desagrada pessoas mal intencionadas.
Ação Penal nº 418 – Crime de Responsabilidade e Lei de Licitações (com Parecer da PGR pela extinção da punibilidade). Como mencionado e bem observado por Vossa Senhoria, Editor deste Jornal, a própria Procuradoria Geral da República já manifestou parecer favorável pela extinção da punibilidade deste Parlamentar, onde tudo tende a crer que será mais um caso de aventura jurídica praticada contra minha pessoa. Trata tão somente de mais um corriqueiro caso de perseguição política da oposição. Restará ao final deste feito, provada mais uma vez sua inocência em Juízo, consoante já demonstrado em defesa ofertada naquele feito."

8- Expedito Junior (PSDB) – candidato a governador - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

9- Irandir Oliveira Souza (PMN) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

10- Ivo Cassol (PP) – candidato a senador - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

11- Jair Miotto (PPS) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

12- João Ricardo Gerolomo de Mendonça (PTB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

13- José Carlos de Oliveira (Carlão de Oliveira) (PRB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa. Preso em setembro de 2006 na Operação Dominó, acusado de integrar esquema montado para desviar recursos públicos na assembléia legislativa do estado com a colaboração de pessoas ligadas ao poder judiciário local. Estima-se que R$ 70 milhões tenham sido desviados por meio de contratos fraudulentos que partiam da Assembléia Legislativa.

14- José Guedes (PMDB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

15- Joventino Ferreira Neto (PCdoB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

16- Marcos Donadon (PMDB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

17- Marlon Donadon (PRB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

18- Melkisedek Donadon (PHS) – candidato a senador - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

19- Natan Donadon (PMDB) – candidato a deputado federal - barrado com base na Lei da Ficha Limpa e réu na Ação Penal 396 (Peculato e crime contra a Lei de Licitações. Data de autuação: 10/08/2005)

20- Nilton Capixaba – candidato a deputado federal – Foi apontado pela CPI dos Sanguessugas como um dos coordenadores do esquema no Congresso. Responde ao processo 15430-13.2008.4.01.3600 na Justiça de Mato Grosso pelos crimes de quadrilha ou bando, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Denunciado como um dos “braços políticos” do esquema, o ex-deputado foi acusado pelos empresários Luiz Antonio Vedoin e Darci Vedoin de receber um total de R$ 631 mil em 47 pagamentos. De acordo com a CPI, ele foi o segundo maior beneficiado com as propinas. O valor corresponde, segundo a denúncia, a 10% das emendas que resultaram na compra de mais de 60 ambulâncias. Os empresários declararam à Justiça Federal que conheceram o petebista ainda em 1999. Num grampo telefônico de dezembro de 2005, a Polícia Federal flagrou um assessor de Capixaba conversando com Luiz Antônio Vedoin sobre a possibilidade de assassinar um jornalista que fazia reportagem sobre a máfia das ambulâncias. Na defesa apresentada ao Conselho de Ética da Câmara, o ex-deputado disse que as denúncias contra ele não tinham “o mínimo de coerência” e careciam de provas. Capixaba pedia novo depoimento de Darci Vedoin e uma acareação com o empresário. Ele classificou como “provas imprestáveis” os grampos da PF incluídos no relatório da CPI dos Sanguessugas. "Se escutou sem a determinação do STF [Supremo Tribunal Federal], a prova é nula." O ex-parlamentar ainda acusou o comando da CPI de transformá-la em palanque eleitoral.
Veja a íntegra da resposta de Capixaba
“Nilton Capixaba nega envolvimento e acredita que será inocentado pela justiça
O ex-deputado federal Nilton Capixaba (PTB/RO), citado nas denúncias como possível participante do esquema da máfia dos sanguessugas, declara sua idoneidade e acredita que a justiça o absolverá destas denúncias amplamente divulgadas em período eleitoral.
Ao ser procurado pelo site congresso em foco para falar sobre a entrevista que cita seu possível envolvimento, Nilton Capixaba afirma que as acusações são levianas. Durante os dois mandatos como deputado federal, Capixaba assumiu, junto à população, o compromisso de fazer o melhor no Congresso Nacional. Nos 52 municípios do Estado, pelo menos um benefício foi entregue pelo parlamentar durante sua estadia na Câmara Federal.
Senão vejamos:
Nilton Capixaba não tem nenhuma condenação em nenhuma esfera jurídica. As denúncias vieram à tona no ano de 2006. Vale ressaltar que o papel do parlamentar é simplesmente direcionar as emendas. Quem realiza a compra e a aquisição do objeto é a prefeitura e quem aprova os projetos para aquisição das ambulâncias é o Ministério da Saúde”, destacou Nilton Capixaba.
Para ratificar sua inocência, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) homologou por unanimidade (7 x 0), o registro de sua candidatura para o cargo de deputado federal.
O candidato acredita que este episódio de denuncismo pode ter sido encomendado por adversários para tentar desestabilizar sua candidatura que está forte nos quatro cantos de Rondônia. Nilton Capixaba acredita na justiça e tem certeza de que a população vai saber discernir este momento lamentável da política de Rondônia.
Assessoria de imprensa do candidato”

21- Oldemar Antônio Fortes (Gaúcho do Cujubim) (PTdoB) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

22- Ronilton Rodrigues Reis (Ronilton Capixaba) (PR) – candidato a deputado estadual - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

23- Samuel Marques dos Santos (PR) – candidato a deputado federal - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

24- Sueli Aragão (PMDB) – candidata a deputada estadual - barrada com base na Lei da Ficha Limpa

25- Zulmira Senhora de Brito (PMDB) – candidata a deputado estadual - barrada com base na Lei da Ficha Limpa

26- Valdelise Martins dos Santos Ferreira (Val Ferreira) (PR) – candidata a deputada federal - barrado com base na Lei da Ficha Limpa

27- Valdir Raupp (PMDB) – candidato a senador – réu nas Ações 383 (crimes contra o sistema financeiro nacional. Data de autuação: 26/10/2004) e 358 (Peculato. Data de autuação: 23/10/2003)
O que diz o candidato:
"Este processo foi instaurado mediante denuncia do Ministério Público, junto à 1ª Vara Federal de Porto Velho.
Trata-se da contratação da empresa MERITUM - Projetos Ltda, para trabalho de recuperação de FGTS recolhido a maior durante as décadas de 80 e 90, pelo Estado de Rondônia.
O processo foi desmembrado depois que o Senador Raupp foi diplomado em dezembro de 2002, continuando os demais denunciados respondendo ao processo naquele Juízo.
Na 1ª Vara Federal de Porto Velho, todos os denunciados foram absolvidos, com exceção ao co-réu Flávio Vendootto Enderle, funcionário da Caixa Econômica Federal.( 2000.41.000215-3).
O Ministério Público interpôs apelação, contudo o Recurso está pendente de julgamento com parecer da Procuradoria pelo improvimento do Recurso junto ao TRF1.
Quanto ao processo nº 383 no âmbito do STF, o Ministério Público (PRF) em sede de alegações finais pugnou pela absolvição do Senador Raupp. Portanto, o próprio Autor reconhece a improcedência da denuncia.
O processo aguarda pauta para julgamento.”


Fonte congressoemfoco

Justiça : Propaganda
Enviado por alexandre em 24/09/2010 22:41:39



Ordem na casa: Justiça Eleitoral apreende 28 cavaletes em Ouro Preto

Com o objetivo de acabar com a bagunça que virou a propaganda eleitoral nas vias urbanas de Ouro Preto do Oeste a Justiça Eleitoral apreendeu 28 cavaletes de 12 candidatos a cargos eletivos. Por determinação do juiz eleitoral da 28ª ZE Dr. Glauco Antonio Alves, responsável pela propaganda eleitoral os servidores da Justiça Eleitoral fizeram diligências no intuito de apreender os cavaletes que estavam localizados em desacordo com o artigo 11º, § 4º da resolução 23.191, do Tribunal Supremo Eleitoral, assim dispõe sobre esse tipo de propaganda.

§ 4º É permitida a colocação de cavaletes, bonecos, cartazes, mesas para distribuição de material de campanha e bandeiras ao longo das vias públicas, desde que móveis e que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos (Lei nº 9.504/97, art. 37, § 1º). Essas propagandas são permitidas somente entre os horários de 6h às 22h (em Ouro Preto do Oeste este item não vem sendo respeitado e os cavaletes permanece o dia e a noite provocando poluição visual).


Em seu despacho o juiz eleitoral Glauco Antonio disse que é notório que a colocação dos cavaletes em locais de cruzamento de vias públicas representa grave fator de risco para a circulação de veículos, bem como que o aglomerado desses mesmos materiais dificulta a circulação das pessoas.


Os coordenadores dos comitês de campanha foram orientados pela Justiça Eleitoral quanto à necessidade de se proceder à regularização da propaganda distribuída nas vias públicas. Mas conforme relatório da Justiça Eleitoral a bagunça continuou com os candidatos não respeitando a Lei e poluindo toda cidade com seus respectivos cavaletes.


Diante do exposto o juiz determinou a apreensão dos cavaletes encontrados a menos de 10m (dez metros) das esquinas, bem como do que esteja impedindo ou dificultando a circulação de pedestres. Os demais municípios que pertencem a Comarca de Ouro Preto do Oeste (Mirante da Serra, Nova União, Vale do Paraíso e Teixeirópolis e os Distritos de Santa Rosa, Cedro Rosa e Rondominas) estão sendo fiscalizados por serventuários da Justiça Eleitoral para que a Lei seja respeitada.


Autor: Alexandre Araujo


Fonte: ouropretoonline.com


Justiça : Fatalidade
Enviado por alexandre em 21/09/2010 01:44:51



Acidente na BA mata ouropretense Kristie Sena filho de Vivaldo ex-gerente da Novalar em Ouro Preto do Oeste

PORTO SEGURO – Duas pessoas morreram em um acidente que envolveu quatro veículos, no fim da tarde deste sábado (18) na BR-367, Orla Norte de Porto Seguro.



O acidente em série foi provocado pelo motorista de um BMW, com placa de Campinas (SP), que estava vindo de Santa Cruz Cabrália em alta velocidade e não conseguiu fazer a curva da Praia da Ponta Grande.

O automóvel foi para a contramão, rodou na pista e atingiu um Fox, que vinha em sentido contrário. Os veículos que estavam atrás, um Gol da empresa Coca-Cola e uma caminhonete L-200 foram empurrados.



O BMW se partiu ao meio e o condutor Kristie Sena Farias, 34 anos, natural de Porto Velho (RO), morreu na hora. O aposentado Edmundo Tobias Vieira, 65, natural de Porto Seguro, que estava no Fox, também morreu no local.

Já os ocupantes do Gol, o motorista Eunário Roberto da Silva, e a mulher dele, Marta Dutra Silva tiveram ferimentos leves. Marta teve um pequeno corte na cabeça. Os dois são de Eunápolis.

O motorista da L-200, Marcelo Giovanelli, falou que a BMW estava a uns 200 quilômetros por hora e começou a rodar a cerca de 200 metros do local da colisão. ‘O Gol começou a incendiar. Ajudei a conter as chamas e a retirar as vítimas do seu interior’, afirma.

A reportagem do ouropretoonline obteve uma informação que um jovem filho de um empresário do ramo de transporte coletivo no município de Urupá estava de carona na BMW o mesmo sofreu sérias lesões o seu estado é critico, o jovem está internado em uma U.T.I de um Hospital particular.

Fonte: radar64

Pesquisa: Alexandre Araujo

Justiça : Mundo Cão
Enviado por alexandre em 08/09/2010 23:41:25



É uma farra o que vem sendo feito com veículos pertencentes ao governo estadual que tem representação em Ouro Preto do Oeste.

Coluna Mundo Cão

Por Alexandre Araujo

Pesquisa eleitoral I

Nessa guerra eleitoral, valem todas as armas, todos os argumentos, lícitos e ilícitos. A começar pelas famigeradas 'pesquisas de opinião', normalmente tendenciosas, com raríssimas exceções. Sob as barbas da Justiça Eleitoral.

Pesquisa Eleitoral II

O Ibope vende pesquisas em Rondônia. Aliás, o Ibope vende qualquer coisa. Vende a mãe e não entrega que é para vender de novo.
Agora o TER/RO deverá pedir explicação ao Ibope, porque a manipulação eleitoral é crime previsto na legislação. O Ibope é um velho conhecido dos rondonienses. Tem feito pesquisas em Rondônia desde o século passado. E erra com uma assiduidade impressionante sobre as eleições aqui no Estado e nos outros da federação. Sugiro que se crie uma Lei que obrigue os institutos de pesquisas a pagar indenizações quando os erros forem escandalosos, ai sim vamos varrer do mapa não só o IBOPE, mas os outros institutos que só servem para manipular resultados, ou seja, quem paga mais fica na dianteira não pagou vai para a rabeira.

Reta final

A campanha eleitoral encaminha-se para a 'reta final' (do 1º turno nas cidades com mais de 200 mil eleitores). Os partidos e seus respectivos candidatos, assim como os 'militantes' (cada vez mais raros) e os 'cabos-eleitorais (cada vez mais numerosos) empenham-se em conquistar os eleitores, principalmente àqueles que ainda estão 'indecisos' (?!!), e que constituem um grande contingente. Triste sinal dos tempos. A continuar como está, lamento constatar que, na maioria dos lugares, essa será uma campanha onde perderá o sonho e a emoção - e o vitorioso será o velho pragmatismo oportunista. Lamentável.

Promessa

Tem um candidato que vem prometendo mundos e fundos para o povo, caso vença as eleições. Ocorre que o dito cujo certamente ganhando não vai dar o mundo e vai esquecer de dar o fundo (sic), nem no singular e nem no plural.

Barraco no motel

Segundo a Aurélia, A Dicionária da Língua Afiada de Angelo Vip e Fred Libi, o termo víptima se refere a "bicha que sofre do mal da viptimização, isto é, quer ser vip [pessoa muito importante] em todo e qualquer lugar". E foi exatamente isso que aconteceu com um profissional respeitado em Ouro Preto, acontece que o nosso personagem aprontou o maior barraco em um motel localizado na BR 364, por causa da conta e por muito pouco tudo não veio abaixo tamanha foi a fúria não a espanhola, mas sim tupiniquim do nosso personagem vip.

Eleitor tapioca

Nos últimos tenho presenciado a proliferação do chamado “eleitor tapioca”, aquele que vira de lado conforme é a oferta do pilantra do candidato ou seu “aspone”, é por isso que o Brasil é considerado um país que não dá o devido valor para a cidadania.

Tragédia ou ironia?

Colar cartazes caríssimos de propaganda eleitoral num barraco miserável de Ouro Preto é tragédia ou ironia dos políticos?. Ainda queriam proibi os humoristas de fazer piada com candidatos, mas deixam os candidatos fazer piada com o eleitor. É uma tragédia o sistema eleitoral brasileiro.


Ouro Preto e o seu trânsito

Que o trânsito de Ouro Preto do Oeste é uma terra de ninguém isso não é novidade, mas o que é novidade mesmo é os maltoristas e maltoqueiros é assim que são conhecidos nos outros municípios os nossos motoristas e motoqueiros.

Carlos Magno

É impressionante o número de lideranças e amigos que estão aderindo a campanha de Carlos Magno à Câmara Federal. A cada dia o número de adesão e apoio a candidatura dele vai aumentando.

Ontologia

Definições essenciais: o ser político é aquele que transfigura bravata em bravura. Normalmente vilão, faz-se passar por herói.

Assalto ao cofre

Não são poucos os políticos e empresários brasileiros que se locupletam com os cofres públicos. Deles se poderia dizer, como fez o padre Vieira, sobre os vice-governadores das Índias: "Chegavam pobres às Índias ricas e saíam ricos das Índias pobres."

Muda o disco

Tem um certo político que só fala em obras toda vez que fala nas ondas do rádio, acontece que o nosso personagem só tem um mesmo discurso parece até a “cantiga de grilo”, não ouvi falar uma única vez quais os seus projetos para as áreas de educação, saúde, meio-ambiente e outras.

Quem deve temer

Quando o político procurar meios “canalhas” para silenciar a imprensa é sinal que o “dito cujo” não é flor que se cheire e que o seu rabo é bem grande e bota grande nisso.

Tem volta

Foi com esta pequena frase que um dito cujo tentou intimidar este jornalista, ocorre que o picareta vem surrupiando o erário público com suas facetas que logo serão descobertas e certamente a Justiça vai querer tudo de volta.

Mostra tua cara

Tem um pilantra na cidade que só aparece em época de eleição e sempre com o mesmo discurso, demagogo e cheio de promessas impossíveis de serem cumpridas. Prevendo a visita deste pilantra vou preparar uma vara de marmelo para recebê-lo com todas as pompas que merece um canalha da sua espécie.

Por favor, quero continuar

É desta forma que uma figurinha busca se manter no cargo que ocupa há anos e olha que a tal é incompetente, despreparada e arrogante. Em tempo é bom a tal buscar outro santo para se segurar no cargo porque a vaca já foi comer merda no brejo.

Farra com veiculo oficial

É uma farra o que vem sendo feito com veículos pertencentes ao governo estadual que tem representação em Ouro Preto do Oeste. Apenas como exemplo carro oficial que dorme na garagem de particular e carro oficial que leva peças de mudanças para parentes em Porto Velho com um álibi que vão protocolar documentos nas secretarias estaduais e como perguntar não ofende será que o governo do estado vem tendo ciência desta pouca vergonha?

Virando a cara

Foi só este jornalista publicar material jornalístico sobre a atuação dos vereadores que alguns começaram a virar a cara. Informo que isso é peculiar das pessoas que não aceitam a verdade e estavam acostumados a fazer atos não condizentes com o cargo e não serem alvo de material jornalístico, assim como Jesus Cristo não agradou todo mundo não seria este “humilde” jornalista que seria digno desta façanha até mesmo porque manter e honrar o acordado não faz parte dos nossos políticos ao povo resta esperar 2012 que estar logo ali.

Autor: Alexandre Araujo

« 1 ... 171 172 173 (174) 175 176 177 ... 185 »