Justiça - Mal assessorado - Notícias
« 1 ... 148 149 150 (151) 152 153 154 ... 166 »
Justiça : Mal assessorado
Enviado por alexandre em 02/12/2010 21:56:24



Prefeito envia projeto de Lei para Câmara passando por cima de uma Lei federal

O prefeito de Ouro Preto do Oeste Alex Testoni (PTN) parece que desandou com sua equipe de assessores no que concerne a elaboração de projetos enviados para a Câmara municipal. Desta feita possivelmente orientado por assessores na ânsia de agradar o “chefe” e atropelar todo um tramite legal, o Poder Executivo municipal enviou o projeto de Lei nº. 1.493/2010 para que os vereadores votassem e logicamente aprovasse o referido projeto.

O projeto em questão tratava de conceder ao Anfiteatro que está em sua fase de conclusão o nome da atriz Cristina Lago natural de Ouro Preto do Oeste atualmente residindo no sul do país. Ocorre que os assessores do prefeito Alex Testoni obrigaram a cometer uma “barrigada”, já que o Anfiteatro já tem nome devidamente amparado pela Lei nº. 1044 de 30 de Setembro de 2004 de autoria do vereador Almir Barbosa (PT) que deu o nome ao recinto de Evônio de Moura Ramos (in memória) pai do deputado federal eleito Carlos Magno Ramos.

A segunda “barrigada” dos assessores do prefeito foi questionada na Tribuna da Câmara pelo vereador Dr. Deraldo Pereira (PT) que é advogado e professor universitário que alertou os seus pares para o que diz a Lei federal nº. 6.454 de 24 de Outubro de 1977, assinada pelo então general de Exército Ernesto Geisel e o então ministro da Justiça Armando Falcão. Art 1º É proibido, em todo o território nacional, atribuir nome de pessoa viva a bem público, de qualquer natureza, pertecente à União ou às pessoas jurídicas da Administração indireta. Art 4º A infração ao disposto nesta Lei acarretará aos responsáveis a perda do cargo ou função pública que exercerem, e, no caso do artigo 3º, a suspensão da subvenção ou auxílio.

Após a “barrigada” ficar explicita o projeto de Lei nº. 1.493/2010 foi retirado da pauta da Sessão ordinária. “Mesmo que o Anfiteatro não tivesse nome voltaria contra por entender a inconstitucionalidade e inviabilidade do projeto enviado pelo Senhor prefeito (Alex Testoni) e certamente os meus pares seria de acordo”, disse o vereador Dr. Deraldo Pereira.


Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com

Justiça : Saúde
Enviado por alexandre em 30/11/2010 15:51:19



Hospital São Lucas busca adequar a resolução da CFM e cumpri seu papel na área da saúde

A diretora administrativa do Hospital São Lucas em Ouro Preto do Oeste Célia Regina recebeu a reportagem para esclarecer fatos que foram vinculados na mídia recentemente quanto a falta de médicos nos fim de semana e feriados. Tal situação gerou desconforto para o Hospital São Lucas que tem uma história de 25 anos de serviços prestados na área de saúde no estado de Rondônia sendo considerado uma referencia no atendimento médico de diferentes especialidades.

A diretora administrativa Célia Regina inicialmente falou sobre a resolução do Conselho Federal de Medicina – CFM nº. 1451/95, que requer: anestesiologista, clinico médico, pediatria, cirurgião e ortopedista em regime de plantão vinte quatro horas diárias. Célia disse que atualmente as unidades hospitalares enfrentam uma grande dificuldade que é a falta de profissional médico especialista nas áreas que a resolução do CFM exige, e este fato ocorre em todo o país sendo que os Estados da região norte é os que têm maiores dificuldades para ter tais profissionais contratados.

Falando sobre a falta de pediatra Célia Regina afirmou que no município de Ouro Preto tem apenas duas pediatras e que as mesmas atuam em outros municípios da região central do Estado. Sobre a falta de médicos nos fins de semana e feriados, Célia Regina foi enfática em afirmar que reconhece esta realidade, mas o Hospital São Lucas nestes 25 anos de serviços prestados na área de saúde, sempre teve e terá compromisso com a qualidade no atendimento médico e que jamais será omisso quando solicitado.

“Temos uma filosofia de trabalho no qual a valorização do ser humano é nosso pilar mestre e dentro deste preceito é que estamos buscando dentro de um planejamento adéqua-se as normas do CFM. A nossa intenção é sempre colaborar com a Justiça e nunca desafiá-la porque entendemos que temos um nome a zelar perante o nosso maior patrimônio que são os nossos pacientes”, disse a diretora Célia Regina.

A realidade no Brasil

Pesquisas realizadas pelo Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Minas Gerias - UFMG revelam um problema dos serviços de saúde do País: a falta de pediatras!
A carência é encontrada tanto nos postos de saúde quanto nos hospitais, afetando especialmente as localidades distantes dos grandes centros. Além dos pediatras, o levantamento aponta a falta de clínicos gerais e médicos da família.
A situação mais grave foi encontrada no Norte e no Nordeste, mas todas as regiões registraram municípios com problemas.
Em 2009, levantamento feito com gestores hospitalares de todo o Brasil mostrou que 43% deles tinham dificuldades de contratar pediatras. Os principais motivos? Falta de profissionais titulados no mercado, a insatisfação com a remuneração e a falta de experiência dos candidatos.

Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com

Justiça : Descaso
Enviado por alexandre em 24/11/2010 00:00:00



Posto de saúde de Ouro Preto sem condições de funcionamento pode ser interditado pelo Cremero e MP

Ao persistir a péssima condição de funcionamento do posto de saúde Ana Nery localizado no bairro Jardim Aeroporto I em Ouro Preto, com prejuízos tanto para a população quanto para os profissionais da saúde, ao Conselho Regional de Medicina (Cremero) não restará outra alternativa a não ser determinar aos médicos a suspensão do atendimento e a interdição ética da unidade (paralisação dos trabalhos médicos sem ônus para o profissional).



O posto de saúde Ana Nery que está localizado no bairro de maior concentração populacional do município está com sua estrutura física completamente comprometida. As más condições são: teto preste a desabar, infiltrações por toda parte, instalações elétricas e hidráulicas deterioradas, banheiros interditados, esgoto correndo a céu aberto, sujeira e o mato tomando de conta do local.

Construído na gestão do então prefeito Carlos Magno o posto de saúde Ana Nery ao longo dos anos nunca passou por uma reforma, apenas por pequenos reparos o que ocasionou a precariedade da sua estrutura física. O posto falta de tudo menos problemas tanto para os médicos e funcionários como para a população que busca atendimento e não tem o que gera uma revolta com o descaso que a administração municipal vem tendo.



Em função das péssimas condições de funcionamento do posto de saúde do município vem ocorrendo agressão aos profissionais médicos. “Ora, desesperada por um atendimento com o mínimo de dignidade, a população já não agüenta mais tanto descaso e quem está pagando por isso são os trabalhadores, que, no entendimento da comunidade, são os responsáveis pelo caos”, observa uma fonte que não quis se identificar por temer represália.

Um grupo de moradores do bairro Jardim Aeroporto I e II reuniram e fizeram um amplo material fotográfico e um vídeo mostrando a realidade do posto de saúde Ana Nery. Este material será entregue ao Ministério Público para que as medidas sejam tomadas, já que na opinião dos moradores o MP é a única salvação para que a população seja respeitada pelo administrador municipal.

Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com

Justiça : Mundo Cão
Enviado por alexandre em 23/11/2010 08:57:50



Coluna Mundo Cão nova

Uma vida mansa

É assim que definimos uma figura que faz parte do cenário político com três fontes de rendas tudo oficial vejamos: uma gorda pensão da Assembléia Legislativa, uma aposentadoria na área da educação e o salário do cargo eletivo que ocupa. Não que as três rendas sejam irregulares, mas o que nos chama a atenção é que tem pessoas que passa uma imagem de “humilde”, mas na realidade são verdadeiras “aves de rapina”, mas como diz o matuto “2012 está bem ali”.

A lista

Calma não é a lista de Schindler o filme, mas sim uma lista de nomes de pessoas que querem mamar nas tetas do governo a partir de janeiro que vem circulando nas mãos de uma figura política. Na lista tem nomes de pessoas que querem continuar mamando e trabalharam arduamente contra o candidato vitorioso Confúcio Moura (PMDB) e tem aqueles que não têm competência nem para ser vigia do cemitério, imaginar ocupar uma chefia de um órgão por isso vou avisando tenho fotos destas figurinhas empunhando bandeira e participando de reuniões do então candidato a governo João Cahulla (PPS).


Bombeiro Babão

Temos em Ouro Preto dois tipos de Bombeiros o Militar e o Comunitário tudo isso dentro da legalidade, mas o que nos chamou a atenção durante um sinistro próximo ao Quartel da Polícia Militar foi a entrada em cena de um novo tipo de bombeiro o Babão, isso mesmo o dito cujo que já pensa em 2012 não titubeou e quando viu a aglomeração de curiosos subiu no carro de combate e pegou na escada (ainda bem que foi a escada imagina se fosse a mangueira) e correu para ajudar os “homens do fogo”, o que uma olhada na Câmara municipal não faz.

Hospitais particulares

Até quando os Hospitais particulares São Lucas e Mater Dei vão continuar a desafiar a Justiça. Ocorre que estas duas unidades hospitalares anunciam que tem plantão médico 24 horas, uma falsa já que quando o cidadão procura atendimento de um profissional médico nos finais de semana e feriados é avisado que não tem. Daí estão descumprindo uma resolução do Conselho Federal de Medicina – CFM e desafiando a Justiça que precisa agir com rigor neste caso.

Hospital Municipal

Mesmo com tantas dificuldades como: falta de medicamento e até mesmo comida o Hospital Municipal ainda mantém um médico atendendo 24 horas e olha que os “bacanas” da cidade chegam ao HM humildes depois de peregrinar nos Hospitais particulares em busca de atendimento médico e muitos destes pagam gordos planos de saúde e agora estão se valendo da rede pública de saúde é bom que sirva de aprendizado e parem de olhar de cima para baixo o cidadão humilde.

Jornalismo polêmico

Muitos acusam de ser um jornalista que não busca a verdade, outros que sou polêmico, mas quem me conhece, seja família, seja amigo, sabe que nutro verdadeira obsessão pelo fazer jornalístico. Não sei fazer de outro jeito. Não sei fazer pela metade. E considero que não há outro jeito. Jornalismo cobre a vida. E a vida não tem horário certo pra começar ou terminar. Quando eu estava na minha adolescência (lá no Grupo Escolar Felix Araujo em Campina Grande - PB) li algo que mudou minha vida. Sem obsessão, dizia Machado de Assis, não se faz nada de bom neste mundo.

Foro privilegiado

Os vereadores dos Estados do Piauí e Rio de Janeiro conforme determina suas Constituições estaduais tem direito a foro privilegiado. Não custa nada lembrar que sabedor disso o presidente da Câmara de Ouro Preto vereador Gilvane Fernandes (PTN) poderá requerer este mesmo benefício para seus pares daqui. Para quem queria receber verba indenizatória não tá muito longe de isso acontecer.

Bradesco desafia a Polícia Federal


O banco Bradesco agência de Ouro Preto continua a desafiar a fiscalização da Polícia Federal no que diz respeito ao transporte de valores. Acontece que o Bradesco não se sabe o porquê continua a transportar valores sem a devida segurança colocando em risco a vida de pessoas, mas como perguntar não ofende será que a direção maior do banco está sabendo do que vem ocorrendo aqui em Ouro Preto e até quando vão continuar a burlar a fiscalização da PF?



Os doutores da língua portuguesa


Repararam quantas criticas os jornalistas estão sofrendo em relação aos textos jornalísticos publicados nos sites de noticias. E o que me chama atenção é que os “doutores da língua portuguesa” de Ouro Preto do Oeste, deveriam antes de criticar observar um detalhe primordial, o porquê dos mesmos não terem passados em concursos a nível estadual ou federal?, Mas como o anonimato é a marca dos incompetentes temos que suportar as devidas bravatas.

Um novo tempo de traições

O tema não é novo, mas nunca deixou de ser atual. Este ano, foi o mote da eleição de Rondônia. Faz parte do jogo e, infelizmente, é jogado pela maioria. Em política, a traição é um recurso tão aceitável quanto a aliança, que nesse complexo de interesses, onde se exclui a honestidade e o interesse público, ela (a traição) é uma questão de tempo. A política, como em nenhuma outra atividade, no sentido da luta pelo poder, implica tanta disposição a trair. Maquiavel situou a traição dentro da “virtú” política, que pouco tem a ver com a moral e com o ódio. As traições ocorrem dentro de um mesmo grupo político. Não se trata de se passar ao inimigo, mas de trair o amigo, o companheiro, dentro do próprio grupo. Infelizmente, este é o quadro predominante na Paraíba.

Tareco e Caviar

Vocês viram como teve gente bem aquinhoada entre os candidatos a cargos eletivos? Houve alguns, inclusive, que nem declararam todo o possuído, provavelmente para não encabular os mortais eleitores. A diferença é que, enquanto o patrimônio de alguns lhes permitiu arrotar caviar, o de outros não deu nem para matar a fome com tareco e mariola. Que coisa!

Proibição legal

Até a posse dos candidatos que foram eleitos nas últimas eleições, agentes públicos não podem nomear contratar ou admitir, demitir sem justa causa, transferir ou exonerar servidor público. Isso porque a legislação eleitoral restringe várias ações dos agentes públicos três meses antes e três meses depois das eleições. Também estão proibidas as transferências voluntárias de recursos da União aos estados e municípios e dos estados aos municípios. A proibição alcança ainda a autorização de publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas.


Tapinhas nas Costas não dói

Para você, que foi super assediado nos três meses que antecederam as eleições, em primeiro turno, de 03 de outubro, vai a pergunta que não quer calar: de lá para cá algum político telefonou para você, parou o carrão com ar refrigerado para cumprimentá-lo, quis saber sobre sua família, o convidou para uma festa 0800? Não lembra? Avexe-se não. Nos próximos dois anos você estará relegado ao esquecimento. Mas a partir de julho de 2012, seu telefone vai ficar congestionado de tantas ligações amigáveis, candidatos vão buzinar para chamar sua atenção, querendo ser amável. Ademais, não fique surpreso se, a partir de julho de 2012, a exemplo do que aconteceu entre julho e início de outubro de 2010, ao chegar em casa, encontrar um engravatado, cercado de cabos eleitorais, aguardando-o para pedir seu voto. Mais uma vez, você vai precisar ter cuidado com as panelas, pois essa gente costuma ‘filar` uma ‘bóia` para parecer muito familiar.

Verdadeira cidadania

Cidadania no sentido de apego ao país, de patriotismo, somente ocorre em período de Copa do Mundo de futebol. Bandeiras são colocadas nas janelas, nas seções de trabalho e nos carros; todo tipo de brinde é fornecido com as cores do Brasil; as pessoas cantam até o Hino Nacional inteiro, mesmo que por puro fingimento, já que a maioria não conhece uma frase.


Sorte premiada

Certo dia, um pai deu ao filho dinheiro para pagar as Contas de Luz e de Água.
Era o último dia para pagamento, antes do corte. Também era o último dinheiro do mês.
O filho na rua viu uma propaganda de um jogo: “Compre um bilhete e concorra a duas camionetes zerinhas”
O garoto pensou: - 'Eu poderia ganhar esses 2 carros! E deixar meu pai com um carro e dinheiro sobrando' Então com o dinheiro das contas comprou vários bilhetes.
Chegou em casa, desviou-se do pai, nem jantou, e foi logo deitar.
No outro dia, logo cedo, o pai preocupado com a conta, ao acordar,pergunta ao filho pelas contas pagas.
Então o filho lhe respondeu que havia comprado os bilhetes e que daqui dois dias o pai iria ganhar duas camionetas.
O pai ficou uma fera! Ficou doidão, esbravejou porque aquele era o último dinheiro que tinha e teria para pagar as contas e como se não bastasse, a bronca, deu uma bela de uma surra em seu filho.
Passados dois dias, chegou o dia do sorteio e então...
Surpresa!!!!!!
Ao acordar, a família teve uma surpresa, estavam estacionados em frente à casa: Duas camionetes novinha!!!!!!!!!!!
Todos ficaram emocionados e começaram a chorar!!!!!!
Uma era da CAERD e a outra da CERON,cortaram a água e a luz.

Por: Alexandre Araujo

Justiça : Burlando
Enviado por alexandre em 18/11/2010 13:04:30



Resolução do CFM é desrespeitada pelos Hospitais São Lucas e Mater Dei de Ouro Preto

Uma verdadeira “via cruz” é assim que é definida a peregrinação de quem precisa de atendimento médico nos Hospitais particulares de Ouro Preto do Oeste nos finais de semana e feriados. O problema é tão grave que vem gerando registros de ocorrências policiais na DP local de pessoas que se sentiram lesadas em seus direitos principalmente os conveniados dos planos de saúde que pagam por um serviço que na hora da precisão ficam a mercê da própria sorte e das mais diferentes desculpas esfarrapas das atendentes dos Hospitais particulares São Lucas e Mater Dei.



Na verdade os Hospitais particulares São Lucas e Mater Dei não estão cumprindo o que determina a resolução do Conselho Federal de Medicina – CFM nº. 1451/95 que os estabelecimentos de Prontos Socorros Públicos e Privados deverão ser estruturados para prestar atendimento a situações de urgência-emergência, devendo garantir todas as manobras de sustentação da vida e com condições de dar continuidade à assistência no local ou em outro nível de atendimento referenciado. A equipe médica do Pronto Socorro deverá, em regime de plantão 24 horas diárias no local, ser constituída, no mínimo, por profissionais das seguintes áreas: Anestesiologia; clinica médica, pediatria, cirurgia geral e ortopedia, no entanto segundo denúncias registradas na DP os Hospitais São Lucas e Mater Dei estão burlando a resolução.

De acordo com a ocorrência policial n°. 2976/2010 tendo como comunicante a Senhora Aparecida da Silva a mesma procurou atendimento médico para o seu neto o menor Mateus Gimenez Pinheiro, 10 anos, que tinha sofrido uma mordida na perna esquerda de um cão. Desesperada Aparecida procurou os Hospitais particulares São Lucas e Mater Dei em busca de socorro médico para o seu neto e obteve como respostas em ambas as unidades hospitales que nos finais semana e feriados não tem médicos de plantão, Aparecida que paga o plano de saúde Sintero/Unimed teve que buscar socorro no Hospital municipal que mesmo diante das dificuldades mentem em regime de plantão 24 horas médicos a serviço da população.

Outra ocorrência registrada sob o nº. 2964/2010 foi feita pela servidora pública municipal Vera Lúcia Rabel que buscou atendimento médico para a sua filha Rebeca Rabel,09 anos na área de pediatria e foi informada que este profissional atende somente durante a semana. Indignada Vera Lucia que paga o plano de saúde Astir procurou a Polícia para registrar o fato e exigir que seus direitos sejam respeitados pelos Hospitais particulares São Lucas e Mater Dei.
A reportagem procurou a direção dos Hospitais São Lucas e Mater Dei e ambas responsáveis não quiseram falar com a imprensa sobre o assunto que agora será alvo de investigação por parte da Polícia Civil e Ministério Público Estadual – MPE.


Autor: Alexandre Araujo


Fonte: ouropretoonline.com

« 1 ... 148 149 150 (151) 152 153 154 ... 166 »