Regionais : Pacientes com e sem Covid-19 misturados no HM de Vale do Paraíso

Hospital municipal de Vale do Paraíso sem as mínimas condições de atender pacientes com Covid-19

Pacientes com e sem Covid-19 misturados no HM de Vale do Paraíso

O caos na saúde do município de Vale do Paraíso a cada dia só aumenta e quem paga a conta é a população que fica a mercê da própria sorte, enquanto a prefeita Poliana Gasqui (PROS) e a secretária municipal de Saúde a professora do quadro estadual de ensino Monica Moraes que é irmã da mandataria municipal, ficam dando desculpas esfarrapas e sem contexto. E o quadro negro da saúde de Vale do Paraíso fica cada vez mais escuro e a prova é que o município enfrenta nos últimos dias um aumento alarmante no números de pessoas infectadas com a Covid-19 e como meio legal os acometidos com o vírus procuram o HM que já passa por uma grave crise com a falta de medicamentos e outros.

 

De acordo com denuncia a recepção do hospital não há divisão para pessoas que estão com suspeitas de estarem com o coronavírus e dos pacientes com outras doenças. Eles ficam sentados um ao lado do outro. Outro fato agravante é que na unidade hospitalar só tem um único médico para fazer todo e qualquer tipo de atendimento.

 

“Fui no hospital municipal em busca de atendimento médico, já que estava sentindo fortes dores e com suspeita de ter sido contaminada com o Covid o que ficou confirmado. O atendimento no hospital municipal para quem tá com suspeita de Covid é feito normalmente com os outros pacientes que não estão com o sintomas da doença o que traz um perigo constante para quem não tá contaminado e vim ser acometido deste terrível vírus. Após passar pelo médico depois de esperar mais de 5 horas para ser atendido foi diagnosticado com a Covid e o médico receitou os remédios e como o HM não tem em estoque os mencionados medicamentos tive que comprar os mesmo em uma farmácia particular isso é uma vergonha para uma pessoa que já ganha um salário mínimo e ter que gastar com remédios que sabemos que o governo federal manda para os municípios e ai pergunto onde é que a prefeita (Poliana Gasqui) e sua irmã que é a secretaria (Monica Moraes), estão aplicando o dinheiro que é enviado?”, disse um morador de Vale do Paraíso há 22 anos que preferiu não ter sua identidade divulgada por temer represália.

Enquanto a população humilde e trabalhadora de Vale do Paraíso sofre com o descaso na saúde pública a prefeita Poliana Gasqui o seu esposo o ex-prefeito cassado José Gasqui Peretta uma espécie de primeiro ministro da administração municipal, estão preocupados em acomodar afilhados políticos de outros municípios na sua equipe e desta forma desvalorizando os munícipes que tem capacidade. Por seu turno a titular da pasta da saúde municipal Monica Moraes que não domina a área está preocupada em garantir o seu gordo salário no final do mês, enquanto o povo que se vire nos trinta ou até mesmo nos cem.

 

Prefeita Poliana Gasqui e o 1º ministro José Gasqui Peretta

Monica Moraes secretária municipal de Saúde

Fonte: Alexandre Araujo/www.ouropretoonline.com

 

 

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo