Jair diz que Padovani virou ‘dono’ da SEAGRI e denuncia nomeações suspeitas - Regionais - Notícias
Regionais : Jair diz que Padovani virou ‘dono’ da SEAGRI e denuncia nomeações suspeitas
Enviado por alexandre em 19/10/2021 22:20:00

Montes aproveitou a oportunidade para denunciar outra suposta prática irregular, a terceirização de britagem das rochas de calcário do Estado.

Pouco mais de cinco minutos foi o tempo suficiente para o deputado Jair Montes (AVANTE) “causar” na sessão de hoje (19) da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALERO) com torpedos de denúncias e reclamações. Na ocasião, ele alertou o Governador Marcos Rocha (PSL) sobre a postura de alguns secretários, principalmente do atual gestor da Secretaria de Estado de Agricultura (SEAGRI), Evandro Padovani e da existência de suposta terceirização de calcário na região de Pimenta Bueno.

“Tem secretários aqui que estão se achando os donos das secretarias! Um desses é o Padovani, Secretário de Agricultura. Ele vai fazer 12 anos de secretaria, pois esteve no tempo do Confúcio e agora do Rocha. A Secretaria é dele! E tem uma senhora Regiane Lucas, que acho que ela é adjunta ou é a dona de lá porque nomeou irmão, cunhado e o irmão nomeou outro irmão, virou uma Secretaria familiar! Ela manda e venho recebendo denúncias de servidores da Seagri de pessoas que são obrigadas a tomar a vacina por causa de uma norma dela. Quem não apresentar o cartão, deixa de entrar na secretaria!”, disparou.

Em seguida, o parlamentar fez um alerta direto a Marcos Rocha: “Abra o olho, governador! Eu estou levantando tudo, pedindo informações da Seagri!”.

Montes aproveitou a oportunidade para denunciar outra suposta prática irregular, a terceirização de britagem das rochas de calcário do Estado. Sobre o assunto, o parlamentar disse que o atual gestor precisa se explicar e informou que vai acionar o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) e a Polícia Civil para investigar a denúncia.

“O Queridão terceirizou a britagem das rochas de calcário do estado de Rondônia! Ele terceirizou para uma empresa! Há um tempo atrás, no tempo do Cassol não podia, no tempo do Confúcio não podia, e agora pode por quê?” Por que o Queridão fez isso? Foi terceirizado e ninguém sabia de nada! Outro absurdo, governador Marcos Rocha! Eu vou passar as informações para o Ministério Público de Rondônia para investigar, para a Polícia Civil investigar. Não podemos chegar num ótimo mandato do governador Marcos Rocha e viver nessa situação”, acrescentou.

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) pediu que a Mesa Diretora pudesse tomar alguma providência sobre a denúncia. Ele questionou se houve algum pedido na Casa de Leis quanto à existência de algum projeto neste sentido, de privatização ou terceirização. No final, o presidente da sessão solicitou que Jair Montes pudesse encaminhar um requerimento para convidar o “Queridão” para prestar informações. 

Fonte - News Rondônia


Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo