Auto-escolas continuam atrapalhando o trânsito em Ouro Preto - Destaque - Notícias
Destaque : Auto-escolas continuam atrapalhando o trânsito em Ouro Preto
Enviado por alexandre em 15/04/2010 19:46:10



As reclamações quanto às ruas que vem sendo utilizadas pelas auto-escolas para ministrarem as aulas praticas aos futuros condutores de veículos se avolumam a cada dia.



O fato é que praticamente todas as vias que ainda estão em bom estado de conservação estão sendo invadidas pelas auto-escolas para serem ministradas as aulas praticas o que vem atrapalhando o trânsito e em muitos casos tirando a privacidade dos moradores destes locais que estão vendo nesta atitude um desrespeito ao direito do cidadão de ir e vim, já que é comum os instrutores colocarem os cones e balizas em frente à entrada de garagem das residências além de ser necessário os condutores terem que desviar o trajeto normal para vias alternativas em razão de estas vias estarem sendo ocupadas pelos alunos.

Um morador da Rua Aluízio Ferreira, bairro União, teve que ingressar com uma ação civil no Ministério Público Estadual – MPE para ter o direito de ter o espaço livre da sua calçada que era ocupada pelos “cones”, que servem de baliza.

Prefeitura que até o presente momento se mostrou inerte para solucionar o fato que vem gerando inúmeras reclamações dos moradores e dos condutores de veículos.

Alguns proprietários de auto-escolas não aceitam adquirir uma área, para serem ministradas as aulas praticas alegando que a competência para tal é da prefeitura municipal, no entanto este procedimento é ilegal perante a legislação vigente já que as auto-escolas são empresas privadas que geram lucros para seus proprietários que cobram em média por cada aluno cerca de R$ 800 para ter direito a Carteira Nacional de Habilitação - CNH.

O desrespeito é tanto que duas auto-escolas escreveram com tinta óleo símbolos de trânsito os asfaltos da Avenida Capitão Silvio Gonçalves de Farias no bairro do INCRA na Rua Nossa Senhora Aparecida, bairro União, este procedimento é considerado ilegal conforme diz o Código de Postura do Município até a presente data não houve notificação para tal irregularidade cometida.

Outra reclamação principalmente dos motoristas é que muitas das auto-escolas não estão recolhendo os cones após ministrarem as aulas praticas ficando no meio da rua trazendo sérios transtornos para todos.

“É comum os cones ficarem no horário do meio dia até as 14h e geralmente da tarde do sábado até a segunda-feira na parte da manhã o que é uma festa para os vândalos sem falar no transtorno de nós motoristas que temos que fazer manobras arriscadas para desviar dos cones sob pena de causamos um acidente”, disse o vendedor autônomo Marcos Messias Freire.

A reportagem procurou a Prefeitura e as auto-escolas para comentar o assunto, mas ninguém quis falar nada a respeito preferindo o silêncio paroquial.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo