Senado aprova aumento de mamando a catucando no Poder Judiciário o efeito cascata vai gerar um rombo de 5,3 bilhões de reais por ano nos cofres da viúva - Regionais - Notícias
Regionais : Senado aprova aumento de mamando a catucando no Poder Judiciário o efeito cascata vai gerar um rombo de 5,3 bilhões de reais por ano nos cofres da viúva
Enviado por alexandre em 08/11/2018 09:29:27

O aumento de 16,38 por cento para ministros e procuradora geral da República aprovado ontem pelo Senado não ficará restrito aos ministros do Supremo e a senhora procuradora. Dele se beneficiarão também os ministros dos outros Tribunais, os desembargadores dos Tribunais Estaduais e os juízes de todas as Comarcas. Também serão aumentados os outros procuradores federais, os procuradores dos Ministérios Públicos Estaduais e os promotores de justiça.

O efeito cascata vai gerar um rombo de 5,3 bilhões de reais por ano nos cofres da viúva, ou seja, nós vamos pagar a conta da farra protagonizada ontem pelo Senado Federal.

Convém lembrar que a matéria aprovada ontem dormia placidamente nas gavetas do Senado desde 2016 e foi desenterrada pelo senador José Maranhão (MDB PB) através do requerimento 508/2018. Zé, porém, na hora de votar ,se absteve.

Cada ministro terá um aumento de 6 mil reais nos proventos, uma lapada e tanto e uma mangação para os demais servidores públicos que estão com salários congelados há décadas.

O placar de ontem foi de 41 a 16.

Votaram a favor do aumento os senadores

Acir Gurgacz (PDT-RO)

Aécio Neves (PSDB-MG)
Ângela Portela (PDT-RR)
Antonio Anastasia (PSDB-RR)
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)
Armando Monteiro (PTB-PR)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Cidinho Santos (PR-MT)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Dalírio Beber (PSDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Edison Lobão (MDB-MA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Eduardo Braga (MDB-AM)
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
Fernando Coelho Bezerra (MDB-PE)
Garibaldi Alves Filho (MDB-RN)
Hélio José (Pros-DF)
Ivo Cassol (PP-RO)
Jorge Viana (PT-AC)
José Agripino (DEM-RN)
José Amauri (Podemos-PI)
José Medeiros (Podemos-MT)
José Serra (PSDB-SP)
Otto Alencar (PSD-BA)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Paulo Rocha (PT-PA)
Raimundo Lira (PSD-PB)
Renan Calheiros (MDB-AL)
Roberto Rocha (PSDB-MA)
Romero Jucá (MDB-RR)
Rose de Freitas (Podemos-ES)
Sérgio Petecão (PSD-AC)
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Telmário Mota (PTB-RR)
Valdir Raupp (MDB-RO)
Vicentinho Alves (PR-TO)
Walter Pinheiro (sem partido-BA)
Wellington Fagundes (PR-MT)
Zezé Perrela (MDB-MG)

Contra o aumento ficaram os senadores

Airton Sandoval (MDB-SP)
Cristovam Buarque (PPS-DF)
Fátima Bezerra (PT-RN)
Givago Tenório (PP-AL)
José Pimentel (PT-CE)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lúcia Vânia (PSB-GO)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Regina Sousa (PT-PI)
Reguffe (sem partido-DF)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Roberto Requião (MDB-PR)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
Wilder Morais (DEM-GO)


Os senadores de Rondônia mais uma vez nos envergonharam. Mas ai tem uma explicação Ivo Cassol condenado e tendo que prestar serviço comunitário no quartel do Corpo de Bombeiros Militar na cidade de Rolim de Moura/RO  com um detalhe o mesmo não será senador a partir do dia primeiro de fevereiro de 2019 e Acir Gurgacz condenado e tendo que dormir na prisão na Papuda e durante o dia exerce o seu mandato no senado federal e o senador Valdir Raupp que não consegui a reeleição e a partir do dia primeiro de fevereiro não terá mais o famigerado fórum privilegiado.

E eu paro por aqui, antes que me deixe vencer pela tentação e chame esses senhores e essas senhoras daquilo que as suas respectivas mães não têm culpa.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo