Painel Político Alan Alex - Painel Político - Notícias
Painel Político : Painel Político Alan Alex
Enviado por alexandre em 17/10/2018 21:55:51

Já está lá

O senador Acir Gurgacz vai dividir pavilhão com o ex-senador Luiz Estevão, na Papuda, em Brasília. Gurgacz ficará em cela individual, e poderá sair para trabalhar. Ele cumprirá pena de 4 anos e 6 meses, em regime semiaberto, por determinação do ministro Alexandre de Moraes.
A caminho

Já o deputado federal Nilton Capixaba (PTB) também já se prepara para seguir o mesmo caminho. Ele teve os recursos negados pelo ministro Gilmar Mendes e nos próximos dias deve estar saindo seu mandado de prisão. No caso de Capixaba, a condenação é de 6 anos e 10 meses, em regime fechado.
Movimentação

O deputado estadual Lebrão (MDB), reeleito no último dia 7, vem se mobilizando para suceder Maurão de Carvalho na presidência da Assembleia a partir de fevereiro de 2019, quando assume a nova legislatura. L ebrão já teria apoio declarado de alguns parlamentares. O deputado já fechou acordo com o candidato ao governo Marcos Rocha (PSL) que disputa o segundo turno com Expedito Júnior (PSDB). O problema é que alguns deputados andam conversando sobre outro nome, não querem a Assembleia andando de mãos dadas com o novo mandatário do Estado, “a última experiência não foi nada boa” disse à coluna um dos deputados que articula para acabar com as pretensões de Lebrão.
O deputado

Já circula como se já tivesse sido eleito, inclusive vem sendo chamado de “presidente” por alguns de seus pares. Lebrão está a caminho do 4º mandato no parlamento. Ele assumiu a primeira vez janeiro de 2009, com a saída de Alex Testoni. Foi reeleito em 2010, 2014 e 2018.
Olha essa

Uma usuária do Twitter sem pesar as consequências do fala (escreve), resolveu chamar o candidato ao governo pelo PSDB, Expedito Júnior de “ladrão”. Segundo ela, Expedito estaria “devendo” a seu pai, R$ 100 mil em função de uma dívida de campanha que estava sendo tratada judicialmente. O jurídico da campanha acionou o Tribunal Regional Eleitoral, informando que se tratava de postagem difamatória e sem nenhum fundamento, tendo em vista que o débito já havia sido saldado em um acordo judicial feito entre as partes. No primeiro momento, a juíza Jaqueline Conesuque, talvez sem informação suficiente sobre o caso, indeferiu a liminar para retirada da postagem afirmando que “não haviam elementos comprobatórios do pagamento, tampouco a postagem era ofensiva”.
Pois bem

A defesa de Expedito recorreu à própria magistrada, mostrando que o pagamento estava registrado no processo que havia tramitado no Tribunal de Justiça, e que o fato de alguém ter dívidas, não quer dizer que a pessoa é um “ladrão” ou que possa ser chamado de tal. A magistrada então se retratou publicamente em nova decisão quanto ao indeferimento da anterior e estabeleceu prazo de 8 horas para retirada da postagem do Twitter.
Porém

A moça ainda está sendo processada civil e criminalmente. Ou seja, independente do resultado eleitoral, ela terá muita dor de cabeça ainda pela frente, e vai ter que gastar dinheiro com advogado. As pessoas ainda não entenderam que internet não é terra de ninguém, e que a jurisprudência está avançando rápido no sentido de punir os que saem por ai falando qualquer coisa. Isso vale também para aqueles “comentaristas” que ficam escrevendo ofensas ou fazendo acusações irresponsáveis sobre pessoas e/ou instituições.
20 anos de propina

Segundo a Polícia Federal, há pelo menos duas décadas que o presidente Michel Temer recebe propinas no Porto de Santos, desde a época em que era deputado federal por São Paulo. Segundo o relatório da PF divulgado nesta quarta-feira, foram identificados repasses de R$ 5,6 milhões para Temer entre 2000 e 2014 e outros R$ 17 milhões em propina para o MDB. Temer e seu ex-assessor Rocha Loures, que está preso (em sua casa, uma mansão no Lago Sul em Brasília), são apontados como núcleo político e administrativo da organização. Se a PGR denunciar Temer ao STF, a Câmara dos Deputados terá de autorizar o prosseguimento do processo.
OAB se prepara para eleições

Estão abertas, e encerram no dia 22, segunda-feira, as inscrições de chapas para disputar o comando da OAB pelos próximos 3 anos. Por enquanto, dois grupos já declararam que estarão na disputa, o de Elton Assis e Maracélia Lima. E parece que serão apenas esses os candidatos. A eleição acontece no dia 19 de novembro e as chapas não podem optar pelos números 13 ou 17.
Gravidez diminui sintomas da esclerose múltipla

As taxas de recaída da esclerose múltipla (EM) têm uma redução de 70% nos últimos três meses de gestação, revelou um estudo publicado pela Sociedade Americana de Neuroterapia Experimental. Isso acontece devido à imunomodulação da mãe durante o período. Neste período, seu corpo passa a ter um controle natural das reações imunológicas justamente para proteger o feto em desenvolvimento. A Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (ABEM) lembra que esta é uma doença crônica e para a qual ainda não existe cura. Ela pode causar diversos sintomas, incluindo perda da visão, dor, fadiga e comprometimento da coordenação motora. Sua gravidade e duração variam. Algumas pessoas podem passar quase a vida inteira sem apresentar sinais, enquanto outras sofrem mais. No Brasil, em torno de 35 mil indivíduos são afetados pela doença.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo