O exterminador dos zumbis vermelhos - Urgente - Notícias
Urgente : O exterminador dos zumbis vermelhos
Enviado por alexandre em 02/10/2018 08:39:22

O exterminador dos zumbis vermelhos


Implantar e disseminar regimes comunistas na América Latina é o objetivo explícito do Foro de São Paulo, matriz ideológica do PT e das esquerdas ortodoxas. Este é o mote da cantoria do Profeta Adalbertovsky aos seus discípulos, do alto das montanhas da Jaqueira. “Transformar o Brazil numa Venezuela é ameaça real, já revelada pelos expoentes da seita ideológica vermelha. O supositório é o comunismo. O rótulo “socialismo” serve apenas como vaselina.

“Concedo um aparte do correspondente de guerra Gustavo Maia Gomes – GMG-X9, direto do Palácio de Buckingham para as montanhas da Jaqueira: “Winston Churchill (primeiro-ministro britânico) era o mais ferrenho dos anticomunistas. Eis que em 1941 os nazistas invadem a União Soviética comunista. Churchill (....) vai à BBC de Londres e pronuncia um de seus marcantes discursos. “Temos apenas um objetivo e um propósito irrevogável. Destruir Hitler e os vestígios do regime nazista. Se Hitler invadisse o Inferno, eu faria, no mínimo, uma menção de apoio ao diabo no Parlamento”.

“Mutatis mutandis, mudando o que deve ser mudado, à moda da peleja de Hitler no inferno, o Capitão Marvel tem todos os defeitos, menos um: é vacinado contra o veneno das serpentes comunistas e merece uma menção de apoio para exterminar a seita dos zumbis vermelhos no Brazil.

“Olhai os lírios comunistas! Olhai o genocida Maduro na Venezuela; o plantador de cocaína Morales na Bolívia; o assassino Daniel Ortega na Nicarágua! O Capitão Marvel poderá implantar uma ditadura de direita no Brazil? Zero possibilidade. As Forças Armadas estão subordinadas ao poder civil do Ministério da Defesa e seguem o dogma da hierarquia”. A cantoria do Profeta Adalbertovsky está publicada no Menu Opinião, sem ódio e sem medo das patrulhas ideológicas dos zumbis vermelhos.


Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo