RESENHA POLÍTICA - Resenha Política - Notícias
Resenha Política : RESENHA POLÍTICA
Enviado por alexandre em 29/08/2018 21:30:10



RESENHA POLÍTICA

ROBSON OLIVEIRA



BARULHO – Os correligionários do candidato a presidente pelo nanico PSL, Jair Bolsonaro, estão preparando muito barulho na capital, nesta sexta-feira, para recepcionar o presidenciável em sua primeira e rápida passagem por Rondônia. Bolsonaro lidera as pesquisas no estado, segundo pesquisa do Ibope recentemente divulgada pelos principais órgãos da comunicação rondoniense, com Lula em seu encalço. Nas mídias sociais os seguidores dos dois candidatos travam uma guerra digital fratricida com impropérios para todos os lados.



DEBATE – Quem aguardava esperança de que os debates fossem o principal meio para que o eleitor escolhesse entres os concorrentes o mais bem preparado, já percebeu que a depender dos debates a anulação do voto é que tende a subir nas pesquisas. Os primeiros debates entre os candidatos a presidente nas televisões foram um fracasso de proposta e desempenho.



DEBATE I – Em Rondônia três emissoras decidiram promover o confronto de propostas entre os candidatos a governador. No Sistema Meridional de TV – retransmissora do SBT – o primeiro confronto está marcado para dia 18, às 22 horas. O problema é que este é o único debate onde todos os nove candidatos participam e pela hora marcada tende a entrar pela madrugada e derrubar a audiência, além da pulverização dos confrontos.



DEBATE II – No Sistema Imagem de Comunicação – retransmissora da Record – o debate está marcado para o dia 28 setembro, às 17h30. Embora a emissora tenha promovido os mais movimentados das últimas campanhas, em horário nobre, o confronto deste ano entre os candidatos a governador será em um horário pouco comum para o formato do programa, além de concorrer com o final de expediente e o famoso happy hour, das sextas-feiras. A direção da SIC tentou negociar um horário melhor, mas com a grade nacional fechada, não logrou êxito.



DEBATE III – A TV Rondônia, retransmissora da poderosa Globo, reúne os cinco candidatos mais bem posicionados na pesquisa do Ibope – pesquisa contratada pela emissora – para o debate no dia 2 de outubro, próximo do primeiro turno. Portanto, passa a ser o principal debate a ser observado nestas eleições porque entre a sua realização e o dia do primeiro turno, dia 7 de outubro, teremos cinco dias para que os concorrentes repercutam seus desempenhos nas mídias sociais.

REDE TV – A filiada da Rede TV em Rondônia, emissora de propriedade da família Gurgacz, não fará este ano debates. Os candidatos foram convidados para uma sabatina com jornalistas da rede. A decisão decorre da falta de espaço na grade nacional para debates no primeiro turno. Na eventualidade de um segundo turno, é possível que haja o confronto. Ainda assim dependerá de uma decisão da matriz.



ENCONTRO – Nesta última terça-feira, na capital, todos os nove candidatos ao Governo estiveram reunidos no auditório da seccional de Rondônia, onde assinaram um compromisso pela ética e contra o uso do caixa dois. Na oportunidade, pelas regras da seccional, os candidatos tiveram cinco minutos para apresentar as principais propostas dos seus planos de governo. Nem todos, porém, entenderam as regras e fugiram da concepção do evento. Apenas dois, dos nove concorrentes, registraram quais as principais metas governamentais para os próximos quatro anos. A depender desse encontro, o eleitor não alimente muita esperança para decidir o voto tão somente pelas propostas de governo.



PROGRAMAS – Começam nesta sexta-feira, dia 31, os programas gratuitos de rádio e TV destinados aos candidatos apresentarem as respectivas propostas. Os comitês finalizam os primeiros, mas a principal ferramenta desta campanha na tentativa de angariar o voto não é mais a TV. Os entendidos em marketing político apontam as mídias sociais como as ferramentas mais poderosas destas eleições, seja no aspecto informativo, seja no uso criminoso das Fake News.



DIGITAIS – Embora os nove candidatos a governador tenham assinado o protocolo de compromisso na OAB-RO por eleições limpas e éticas, nem todos estão cumprindo aquilo que assumiram. Digitais de Fake News foram identificadas pela assessoria jurídica da candidatura de Expedito Junior (PSDB – DEM – PSD e Patriota), com informações falsas de pessoas ligadas ao comitê eleitoral de um concorrente. Com ação própria ajuizada, em poucos dias saberemos de quem são as tais digitais.



TRIBUNAL – As expectativas agora estão sobre o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia que deverá julgar nos próximos dias os pedidos de registros e impugnações dos candidatos. O caso mais emblemático é o do candidato a governador Acir Gurgacz (PDT) que teve o pedido de indeferimento requerido pelo Ministério Público Eleitoral.



EXPECTATIVA - Há também muita expectativa no julgamento das impugnações entre os defensores da substituição de Acir Gurgacz (PDT) pelo governador Daniel Pereira (PSB). Não é segredo para ninguém que o atual chefe da Casa Civil articula em surdina essa substituição e segura o governador para que não participe de nenhuma solenidade pública que possa ser empecilho para que ele (Daniel) substitua Acir, numa eventual derrota do pedetista no TRE. A torcida palaciana pelo revés de Gurgacz é enorme, o que preocupa os neossocialistas é o que o tempo não para...
...

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo