Homem jura de morte responsáveis por estupro da esposa e acaba executado no dia seguinte - Regionais - Notícias
Regionais : Homem jura de morte responsáveis por estupro da esposa e acaba executado no dia seguinte
Enviado por alexandre em 11/08/2018 21:21:07

Um homem de 29 anos foi encontrado morto no início da noite desta sexta-feira (10), depois de um tiroteio no KM 582 da BR-070, trecho de zona rural em Nossa Senhora do Livramento (44,7 km de Cuiabá). A suspeita é que o assassinato tenha sido motivado pelo fato de a vítima ter jurado de morte dois homens supostamente envolvidos no estupro de sua esposa.

Uma equipe da Força Tática da Polícia Militar recebeu a informação sobre o tiroteio e, chegando no local, encontraram o homem no chão, já sem vida. Eles isolaram o local e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), a Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) e a Polícia Judiciária Civil.
Pouco depois, os policiais encontraram a esposa da vítima, de 28 anos. Ela contou que na quinta-feira (09), por volta das 18 horas, quando retornava do serviço e já estava próximo à sua casa, um homem alto, forte e de pele negra levou-a para um matagal e abusou-a sexualmente.

Conforme o boletim de ocorrência, depois do estupro, o homem começou a perguntar para a vítima sobre uma arma que tinha na casa dela, dizendo que outro suspeito que tinha levado ele até ela havia informado sobre a existência da arma, e que, a todo momento, ele repetia que iria entregar para um terceiro suspeito.

A vítima disse ainda que o suspeito perguntou sobre o marido dela e, depois do abuso, fugiu levando a arma, galinhas e um facão de sua casa.

Como a vítima sabia os dois nomes ditos pelo estuprador, a equipe da Força Tática saiu em busca dos suspeitos. A vítima contou que acreditava que os dois estivessem envolvidos no assassinato de seu esposo porque durante o dia ele andou por toda região dizendo que iria matar os dois acusados citados pelo estuprador.

Os policiais encontraram os suspeitos, de 21 e 24 anos, e os encaminharam, junto à esposa da vítima, à Delegacia Especializada Em Homicídio e Proteção à Pessoa, que deverá investigar o caso, registrado em Várzea Grande. Não há informações sobre o paradeiro do estuprador.

metropoles

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo