Coluna da Lara - Coluna Da Lara - Notícias
Coluna Da Lara : Coluna da Lara
Enviado por alexandre em 17/03/2018 17:02:00

“Levantará um pendão entre as nações e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra”
Isaías11:12
Nas páginas da Bíblia Sagradas encontramos diversas histórias, que podemos notar a relação divina com a humanidade.
A “Era dos Reis” do povo de Israel é interessante. Primeiramente Saul, depois Davi, depois Salomão, e as histórias continuam...
O reinado de Davimarcou um período de batalhas e vitórias, um verdadeiro sentimento de liberdade do povo! Mas, no desenvolver da historiografia, os hebreus se tornaram cativos e subjugados.

Havia a esperança na promessa dos profetas de que o Messias viria. Acreditavam que o enviado de Deus traria a glória de Davi novamente. Vitória e libertação dos seus inimigos. Ele iria restaurar o poder de Israel e estabelecer o reino de Deus na Terra. Então surge Jesus. Ele não foi o único a ser apontado como o Mestre, mas foi o único que reconheceu em público que não era nenhum ativista militar ou político. Sua missão era muito maior. Ele anunciava paz eperdão divino para todos os seres humanos. Perdoar pecados assim era algo inédito. Aquele homem ainda se referia a Deus como PAI (abba).

Com o tempo, protestos começaram a imergir entre os eruditos judeus e, logo mais, o povo passou a colaborar na acusação de Jesus. Trata-se de uma dramática alteração de sentido. As pessoas tiveram suas expectativas quebradas com Alguém de túnica e sandálias, dizendo que devemos amar até mesmo os nossos inimigos. Cristo vai além ao dizer: Nenhum homem é justo perante Deus. Todos devemos implorar o perdão dos Céus. Porque tamanha é a generosidade da misericórdia do Senhor, não há o reconhecimento de fronteiras para perdoar e receber seus amados.
Bem, Jesus Cristo se sacrificou pelos nossos pecados, foi o “Cordeiro de Deus” que tomou para si toda a culpa dos homens, a fim de reconciliarmos com o nosso Pai e nos livrar da condenação!
Princesa do Senhor

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo