Coluna da Lara - Coluna Da Lara - Notícias
Coluna Da Lara : Coluna da Lara
Enviado por alexandre em 10/02/2018 22:05:31

“Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus”! Quão insondáveis são os Seus juízos, e quão inescrutáveis, os Seus caminhos!
Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o Seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a Ele para que lhe venha a ser restituído?
Porque dEle, e por meio dEle, e para Ele são todas as coisas. A Ele, pois, a glória eternamente. Amém!”
Romanos 11:33-36
A maravilhosa graça divina é a causa de não sermos consumidos! O mais interessante é que nunca foi sobre nós, as criaturas, mas tudo é pela glória do Criador!
Embora haja contrastes na humanidade, um ponto fica claro: a misericórdia, o amor e a graça de Deus são derramados sobre os pecadores. De maneira geral, a criação revela uma vasta diversidade... E como tudo o que é bom vem das mãos de Deus, o dever de cada individualidade é respeitar a coletividade.
Portanto, é fundamental que todos os cristãos, percebendo a misericórdia que lhes foi dada em Cristo, demonstrem essa misericórdia para com os outros. Não podemos seguir a Jesus sem essa manifestação de compaixão. Leia abaixo o que o nosso Maior Exemplo deixou revelado para nós em sua palavra, enquanto esteve fisicamente presente neste mundo:

“Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos;
E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos;
E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.
Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.
Então o Senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida.
Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves.
Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.
Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.
Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara.
Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste.
Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti?
E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que lhe devia.
Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.”
Mateus 18:23-35

Você precisa demonstrar misericórdia a alguém que julga não merecer? Mostre misericórdia a essa pessoa, não importa quanto isso seja difícil. Afinal de contas, não foi isso que o Mestre fez por nós?
Princesa do Senhor

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo