TIRIRICA - Política - Notícias
Política : TIRIRICA
Enviado por alexandre em 07/12/2017 09:31:57


A contribuição de Tiririca na política qual foi mesma?

Bernardo Mello Franco – Folha de S.Paulo

Depois de sete anos, Tiririca fez seu primeiro e último discurso como deputado. Foi o que ele disse ao subir à tribuna da Câmara e anunciar que vai deixar a política.

O palhaço não parecia fazer graça. Em tom de desabafo, ele reclamou da "mecânica louca" do Congresso e se declarou decepcionado com a experiência em Brasília.

"Estou saindo triste pra caramba, muito chateado com a política e o nosso Parlamento", disse. "É uma vergonha muito grande", reforçou.

Craque na comunicação popular, o comediante engatou uma crítica à boa vida dos colegas. "A gente tem toda essa mordomia, sem falar na carteirada que muitos de vocês dão..."

Ele ensaiou continuar, mas puxou o freio de mão. "Jamais vou falar mal de vocês em qualquer canto que eu chegar", disse. Os poucos deputados presentes respiraram aliviados.

Em 2010, Tiririca causou sensação ao aparecer fantasiado no horário eleitoral. "O que é que faz um deputado federal? Eu não sei, mas vote em mim, que eu te conto", prometeu.

As palhaçadas lhe renderam 1,3 milhão de votos e garantiram mais três vagas para a sua coligação. Uma delas ficou com Valdemar Costa Neto, que o convenceu a se candidatar.

O poderoso chefão do PR já havia renunciado para não ser cassado no escândalo do mensalão. Depois seria condenado a sete anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Tiririca fez barulho na campanha, mas foi um deputado discreto, que só se destacou por não faltar às sessões. Em dois mandatos, conseguiu aprovar apenas um projeto, que beneficiou sua categoria ao incluir espetáculos de circo na Lei Rouanet.

Apesar do discurso moralista, o palhaço imitou velhas práticas dos colegas. No mês passado, a revista "Veja" revelou que ele usou verba da Câmara para viajar e fazer show no interior de Minas Gerais.

Se cumprir a última promessa, o deputado deixará ao menos uma contribuição à política: uma reeleição a menos em 2018.

Tiririca surpreende e se despede da política



Deputado federal foi o mais votado do país em 2010, com 1,3 milhão de votos

Jornal do Brasil

No início da tarde desta quarta-feira (6), o deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), conhecido por ter interpretado o palhaço Tiririca nos anos 90, anunciou que irá deixar a política após o final do seu mandado no ano que vem. Nos últimos tempos, Tiririca deu algumas entrevistas nas quais dizia não possuir o “jogo de cintura” exigido para ser político.

“Saio totalmente com vergonha. Não são todos, mas eu queria que vocês tivessem um olhar pelo nosso país, a nossa saúde”, disse o deputado.

Tiririca foi o deputado federal mais votado do país, em 2010, com 1,3 milhão de votos, mas admitiu ter se candidatado apenas para aumentar sua visibilidade como artista. Em 2014 foi reeleito com 1,016 milhão de votos.

Durante o segundo mandato, ele participou da votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, e votou a favor do afastamento da chefe de Estado. O deputado também votou pela abertura de investigação contra Michel Temer, mesmo com a pressão da direção partidária sobre ele.

Tiririca voltou a fazer shows como palhaço há cinco meses. O espetáculo conta a história de vida dele e roda o país de sexta a domingo. De segunda a quinta-feira, o parlamentar mora em Brasília.

Segundo a assessoria de imprensa do deputado, ele terminará o mandato em 2018, mas não pretende concorrer à reeleição ou a qualquer outro cargo.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo