TOP 3 impressionantes efeitos da masturbação em homens e mulheres - Amor e Sexo - Notícias
Amor e Sexo : TOP 3 impressionantes efeitos da masturbação em homens e mulheres
Enviado por alexandre em 13/11/2016 12:30:00

TOP 3 impressionantes efeitos da masturbação em homens e mulheres


Poucos falam sobre masturbação, porém muitos a praticam

Apesar de ser tabu em muitas partes do mundo, a história nos diz que a masturbação sempre aconteceu e não vai desaparecer tão cedo. O efeito mais óbvio da masturbação é sentir-se bem, mas poucos sabem que essa atividade pode ter muitas outras consequência, boas e más.



Alívio de estresse e dor



Masturbar-se, como qualquer atividade sexual, libera endorfinas – produtos químicos em nosso corpo que promovem uma sensação de felicidade e podem aliviar o estresse, segundo relatos da revista canadense Best Health Mag.



“Tanto em homens quanto em mulheres, a masturbação proporciona diminuição de estresse, tempo para comungar consigo mesmo (fazer um balanço do estado e das necessidades emocionais), e para alguns até a possibilidade de uma maior autoconsciência ou percepção”, afirmou Dr. Jordan Tishler, médico de Harvard que se concentra na sexualidade humana. Além disso, os efeitos calmantes da masturbação também podem ajudá-lo a dormir melhor e reduzir a dor associada à menstruação ou relações sexuais na pós-menopausa.



“Ela provoca mais fluxo sanguíneo para a região pélvica, o que agiliza o período menstrual e diminui a dor”, disse a Dr. Sandra LaMorgese, PhD, especialista em intimidade sexual e autora do livro “Switch: Time for a Change”. (“Troca: tempo para uma mudança”, em tradução livre) “Para mulheres pós-menopáusicas, um estreitamento da vagina pode fazer com que exames pélvicos e relações sexuais sejam dolorosos, mas a masturbação, com um lubrificante à base de água, aumenta o fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais”.



Prevenção de doenças



Acredite ou não, pode realmente haver alguns benefícios positivos para a saúde associados com a masturbação, tanto para homens quanto para mulheres. Por exemplo, de acordo com LaMoregese, a masturbação poderia ajudar a prevenir o câncer de próstata, pois permite que os homens se livrem das toxinas que naturalmente se acumulam em seu trato urogenital.



“Os homens que ejaculam mais de cinco vezes por semana diminuem estes níveis de toxina e, assim, possivelmente diminuem o risco de câncer de próstata em um terço”, escreveu LaMoregese. Além disso, LaMorgese explicou que a masturbação também poderia ajudar a combater infecções do trato urinário em mulheres.



Possível vício?



Infelizmente, nem todos os efeitos colaterais da masturbação são bons. Por exemplo, Dee Wagner, conselheira profissional licenciada e terapeuta de dança certificada, disse que, em alguns casos, a masturbação pode servir como uma maneira crônica de evitar a intimidade com os outros, o que tende a causar ansiedade.



Além disso, a masturbação estimula uma resposta de recompensa no cérebro, e assim como com qualquer atividade gratificante, é possível ficar viciado na química de um orgasmo. Isso não é só ruim para sua saúde mental, mas o vício em orgasmos pode exigir que o indivíduo precise de estimulação cada vez mais intensa para obter os mesmos resultados, o que pode levar a danos corporais, explicou Dee.



Fonte: Medical Daily / Jornal Ciência


Como algumas mulheres conseguem ter orgasmos só com a ação do pensamento


As mulheres examinadas conseguiram apresentar o resultado de diferentes maneiras

Mulheres que se queixam de dificuldade em atingir o orgasmo provavelmente já conhecem dicas e estímulos, posições e respirações que podem facilitar o prazer durante o sexo. Alguns estudos, porém, indicam que talvez as mulheres possam experimentar o clímax através do trabalho com outro órgão, bem mais complexo: o cérebro.



Em entrevista ao site do jornal Daily Mail, o médico Barry Komisaruk afirma que algumas mulheres são capazes de atingirem o orgasmo somente com a ação do pensamento.



Testes de ressonância magnética conduzidos pelo especialista mostraram que áreas do cérebro relacionadas o prazer sexual também eram acionadas com técnicas mentais e visualizações, sem nenhum contato físico.



Orgasmo com a força do pensamento



As mulheres examinadas conseguiram apresentar o resultado de diferentes maneiras. Algumas usaram uma combinação de exercícios de respiração e fantasia, enquanto outras apostavam apenas na combinação de imaginação com exercícios de assoalho pélvico, diz Komisaruk.



O pesquisador conta que estudos do gênero são importantes porque, embora o orgasmo seja "intensamente agradável", entender todo o processo de forma mais ampla ajuda a perceber que ele é muito mais do que apenas prazer físico e emocional.


O orgasmo feminino é um fenômeno que tem sido relacionado a uma melhora em frequências cardíacas, redução da sensibilidade à dor, aumento do fluxo sanguíneo para o cérebro e nos sentimentos de alegria, felicidade e amor.



Compreender o que acontece em nossos cérebros durante o clímax, segundo o cientista, ajuda no processo de desenvolvimento de melhores antidepressivos e melhores medicamentos para a dor, bem como nos estudos para aumentar a satisfação sexual dos casais.



Fonte: Vix.com

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo