Austeridade - Brasil - Notícias
Brasil : Austeridade
Enviado por alexandre em 18/12/2010 13:12:28



Confúcio fala em venda de nota fiscal na Sedam, trabalho dos futuros secretários e aumento de salário, mas só para a educação

Da redação do TUDORONDONIA


O governador eleito de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), postou três textos em seu blog nos quais diz como quer os secretários trabalhando, fala do que pretende fazer na educação e em outras áreas, toca rapidamente num assunto que gera expectativa em todo o funcionalismo – aumento de salário – e manda um recado aos madeireiros do Estado para que trabalhem dentro da legalidade.

Confúcio também levantou suspeita sobre as empresas que prestam serviço de transporte escolar para o Estado e municípios. “Estas emrpresas de transporte escolar, vou dizer pra vocês, é de lascar. Na hora da vistoria tem ônibus belezinha. Na linha, lá no mato, tem cacarecos rodando que de há muito poderia estar no ferro velho. Tem que botar pra quebrar. Eu mesmo, já dei "incertas" no transporte escolar. Parei ônibus, entrei, mandei alunos descer e intimei a empresa a tomar vergonha na cara. Bancos rasgados, vidros todos quebrados, veículo sujo, fedido, uma anarquia. Gente, pelo amor de Deus, não me façam de besta. Quer ganhar dinheiro, claro, dinheiro é bom demais, mas, sem ladroagem”, escreveu o governador em seu blog.

AUMENTO DE SALÁRIO
Confúcio Moura também escreveu o seguinte, referindo-se à expectativa do funcionalismo sobre salários: “Eu sei, que tudo mundo está esperando uma palavrinha sobre aumento de salário. Eu que eu posso dizer que é trabalhador na educação, estou falando agora só de educação, pode contar comigo. Não quero greve. Não terá greve comigo. Nem precisa pedir. Quando puder já vou oferecendo ganhos para os trabalhadores, porque não aceito, de jeito nenhum mil e duzentos reais para um professor com 40 horas.

Com que cara eu posso chegar ao céu, um governador que não fez nada pela educação, com este pecado mortal, serei jogado nos tanques de azeite fervente, para nunca mais sair. Eu não quero isto. Eu quero ir pro céu e ficar no meio dos professores. Já pensou, depois de morto, lá em cima, levar um ovo chôco na cara? “
Ao setor madeireiro, o governador eleito mandou o seguinte recado: “Jogo limpo. Nada fora da lei. E estamos conversados. Certo mesmo é que todos ao final ficarão agradecidos. Quem viver verá”. No mesmo texto, Confúcio acrescenta: “Eu sei que há resistência, porque havia no Estado muita gente que estava fora da lei, vendedores de notas fiscais frias e estas bandalheiras todas. Não há nada mais cruel para quem trabalha certo do que a concorrência desleal. O esperto prejudica a empresa séria”.



LEIA A ÍNTEGRA DOS TEXTOS POSTADOS PELO GOVERNADOR ELEITO EM SEU BLOG

COMO EU QUERO O MEU GOVERNO Quero o meu secretariado movendo o Estado. Odeio ficar em Gabinete levando bronca. Eu vejo que Secretário tem que andar. Saúde - correr o Estado, levar o pessoal para enxergar a realidade, tomar decisão na hora, visitar almoxarifido, controlar patrimônio, conferir os serviços contratados, verficar se a empresa de limpeza está fazendo o serviço bem feito. Usando o sabão correto, o desinfetante e tudo que pode contribuir para a segurança do pessoal.

Ninguém pode ficar parado. Se não tem nada pra fazer, saia por aí que encontrará serviço. Na educação nem se fala. Tem que sair fechando ralo. Tem ralo aberto demais. Estas emrpresas de transporte escolar, vou dizer pra vocês, é de lascar. Na hora da vistoria tem ônibus belezinha. Na linha, lá no mato, tem cacarecos rodando que de há muito poderia estar no ferro velho. Tem que botar pra quebrar.

Eu mesmo, já dei "incertas" no transporte escolar. Parei ônibus, entrei, mandei alunos descer e intimei a empresa a tomar vergonha na cara. Bancos rasgados, vidros todos quebrados, veículo sujo, fedido, uma anarquia. Gente, pelo amor de Deus, não me façam de besta. Quer ganhar dinheiro, claro, dinheiro é bom demais, mas, sem ladroagem.

Então, meus diletos e futuros secretários, cheguem cedo no serviço, antes dos funcionários, o seu exemplo é a sua melhor palavra. A sua atitude é o seu maior recado. Eu fico pensando assim: se os bancos controlam as contas de todos os brasileiros, saldo, extrato, transferencia, pagamentos, aposentadoria, enfim, como é que o governo não pode controlar peças, pneus, combustíveis, livros, cadernos, remédios?

Ora bolas! Se você não sabe montar o sistema de informática, vá ao Paraná, Serpro em Brasília, e outros lugares e peguem softwares livres, gratuitos, excelentes e ponha para controlar as suas coisas. Vamos aos poucos saindo do mundo das grandes empresas de informática. Este é o mundo admirável, lindo, complicado, dificil pra leigos - o correto mesmo, é ter o seu pessoal de TI e ir montando pouco a pouco o sistema integrado de comunicação e rede. Quem me falou isto foi o Roberto Requião, ex-Governador do Paraná, tive com ele e o que o Paraná tem está disponível para o Brasil inteiro, de graça.
Postado por Blog do Confúcio Aires Moura às 07:16 0
FAZER O ÓBVIO NA EDUCAÇÃO - QUANDO COMEÇAR?

Japão, Coréia, China, Chile, Estados Unidos, enfim, todos que cresceram e prosperaram, fizeram sempre a mesma coisa - investiram na educação.

Foi só isto o motivo do sucesso deles. E este "só isto" foi o bastante para mover o motor destes países. Depois do investimento sério na educação, é só esperar, que as coisas irão se encaminhando naturalmente.

Não faz muito tempo, ainda peguei esta fase, onde a escola pública era bem melhor. Estudei no interior de Goiás, cidade pequena e isolada, saí de lá para Goiânia, com a oitava série, passei na primeira prova para emprego, fui para o ensino médio, no Liceu, público, fiz o Colégio Universitário (terceirão na própria universidade) passei em dois vestibulares -medicina na Universidade Federal de Goiás e Engenharia na Universidade Nacional de Brasília. Nem cursinho fiz. Passei direto.

E o tempo passou, hoje, inacreditavelmente, a escola pública piorou. Que coisa? Fico pensando, tudo isto foi muito anormal, porque o mundo evoluiu muito, a tecnologia tomou conta de tudo, shopping center, aviões, computadores, e o nosso Brasil foi voltando para trás na educação,querendo voltar para o século XIX, o mundo puxando pra frente e o Brasil puxando pra trás na educação.

Só pode ser macumba.
Eu quero contribuir para recuperar o prejuízo. Não digo vou zerar o saldo negativo. Eu quero aumentar o investimento na educação, hoje, sobra pouco para investir, cerca de 10%. Com este dinheiro não dá para se fazer o choque. O que me resta é cortar. Cortar na carne, Ainda este ano reduzir aluguéis, negociar contratos de tudo, de limpeza, de vigilância, economizar energia, água, papel, cartucho, xerox, empresas de informática e tudo o mais que sangra a educação.

O dinheiro tem que chegar à escola. Temos que comprar comida na agricultura familiar. Chega de ficar comprando conserva de milho verde, goiabada de Minas Gerais.O dinheiro é este. Não posso esticá-lo e no mais é buscar dinheiro fora. Não contratar ninguém que não seja pra trabalhar muito. E vamos acabar com esta pouca vergonha de penduricalho de gente no serviço público. Tem muito emprego na praça.

Eu sei, que tudo mundo está esperando uma palavrinha sobre aumento de salário. Eu que eu posso dizer que é trabalhador na educação, estou falando agora só de educação, pode contar comigo. Não quero greve. Não terá greve comigo. Nem precisa pedir. Quando puder já vou oferecendo ganhos para os trabalhadores, porque não aceito, de jeito nenhum mil e duzentos reais para um professor com 40 horas.

Com que cara eu posso chegar ao céu, um governador que não fez nada pela educação, com este pecado mortal, serei jogado nos tanques de azeite fervente, para nunca mais sair. Eu não quero isto. Eu quero ir pro céu e ficar no meio dos professores. Já pensou, depois de morto, lá em cima, levar um ovo chôco na cara?
Postado por Blog do Confúcio Aires Moura às 07:00 0
SEXTA-FEIRA, 17 DE DEZEMBRO DE 2010

MEIO AMBIENTE - É MELHOR SER LEGAL Povo de Rondônia!

Pra mim o setor madeireiro é importante gerador de emprego e renda no Estado. Portanto é um setor que deve ser valorizado e estimulado. Também a atividade garimpeira, nem se discute a sua importância para a riqueza do Estado. O fazendeiro move a nossa economia, como a indústria de leite, derivados e carnes. Nem preciso falar do produtor de arroz, soja, milho, girassol, sorgo.

Todos, no meu governo, serão estimulados. No entanto, foi uma glória e uma confiança enorme, o Governo Federal ter concedido, pelo poder concorrente dos entes federados, a delegação para gestão absoluta da política ambiental no Estado. Muita honra e glória pra nós. No entanto, porque foi-nos delegado é que teremos que passar por cima da lei. De jeito nenhum.

Numa frase resumo tudo - É MELHOR SER LEGAL.

A Secretaria do Meio Ambiente - SEDAM terá nova configuração. Justamente para atender rápido a todos, despachar os processos com presteza e transparência. Jogar limpo, na forma da lei. Eu sei que há resistência, porque havia no Estado muita gente que estava fora da lei, vendedores de notas fiscais frias e estas bandalheiras todas. Não há nada mais cruel para quem trabalha certo do que a concorrência desleal. O esperto prejudica a empresa séria.

Jogo limpo. Nada fora da lei. E estamos conversados. Certo mesmo é que todos ao final ficarão agradecidos. Quem viver verá.
Postado por Blog do Confúcio Aires Moura às 06:47 6

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo