Coluna Mundo Cão - Colunistas - Notícias
Colunistas : Coluna Mundo Cão
Enviado por alexandre em 10/04/2010 23:08:36



Coluna Mundo Cão
A lei diz:
De acordo com o Art. 73 da Lei nº. 9.504/97 São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais: I – ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios, ressalvada a realização de Convenção partidária; II – usar materiais ou serviços, custeados pelos Governos ou Casas Legislativas, que excedam as prerrogativas consignadas nos regimentos e normas dos órgãos que integram; III – ceder servidor público ou empregado da administração direta ou indireta federal, estadual ou municipal do Poder Executivo, ou usar de seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor ou empregado estiver licenciado. Pergunta da coluna será que a Lei vem sendo respeitada?.

O dever da imprensa é informar

O Brasil é um país de estado democrático de direito, logo o cidadão tem o livre arbítrio de pensamento, expressando suas idéias respeitando o direito do outro, em tese isso funciona em locais onde a imprensa é respeitada. Em Ouro Preto do Oeste estamos caminhando para uma república (com letra minúscula) igual a Venezuela do ditador Hugo Chávez quando a imprensa só pode noticiar o que interessa ao governo, caso contrário o profissional da imprensa é taxado “subversivo” pretende destruir ou transformar a ordem política, social e econômica no caso de Ouro Preto estabelecida pela administração municipal que tem um sugestivo slogan “Quem ama cuida”.

Espírito de safadeza

Vai acabar o espírito da Semana Santa e deve começar o espírito da safadeza, que acontece sempre que se aproximam as eleições. Alguns candidatos já estão aproveitando as verbas públicas para tentarem iludir a cabeça dos eleitores. Besta é quem cai na conversa deste povo.

Salada de frutas

Parece uma salada de frutas o que alguns vereadores de Ouro Preto vão fazer pra pedir votos para ‘seus’ candidatos que vão disputar as eleições em outubro próximo, assim como os vereadores muitos chefes de Igrejas evangélicas estão vendendo uma mercadoria que não tem o “voto” do eleitor no caso dos vereadores estão vendendo as lideranças comunitárias e de associações rurais e no caso dos pastores a mercadoria é os fieis, portanto valorize o seu voto e não se deixe enganar com falsas promessas de pessoas “lobos” em pele de “cordeiro”.

Entre a cruz e a espada



Tem um ex-vereador de Ouro Preto que não sabe de que lado fica. A poucas semanas flagrei ele ao lado de um pré-candidato à deputado estadual que faz oposição ao seu grupo político. Pense numa incerteza que o peste tá.

Viagra boliviano

A febre dos “azulzinhos” tomou de conta de todas as tribos na cidade, acontece que outro dia uma importante figura do meio político, resolveu querer ser o “tocha” e no meio de uma turma estufou o peito e disse que naquela noite iria sair com uma “donzela” bastante cobiçada em Ouro Preto. Um gaiato mostrando uma solidariedade daquelas, puxou do bolso um comprimido, dizendo que era “Viagra”, e deu-o ao dito cujo, que, para não perder tempo, engoliu o “azulzinho” ali mesmo. Chegou ao motel, tirou à roupa, a “donzela” também tirou, mas daí aconteceu a bagaceira: o dito cujo passou a noite toda cagando, vazando pelo pito. É que o Viagra dado pelo gaiato, era, na verdade, um laxante.

BBB tupiniquim

Um verdadeiro BBB nos moldes de Rondônia pode dar o que falar em breve. Acontece que o tiro saiu pela culatra e o efeito desejado não foi o esperado o que certamente vem tirando o sono de muita gente que se intitula “santinho”.

O fim da culpa é dos outros

O presidente Lula está mandando para o Congresso Nacional um projeto no qual todos os municípios até 50 mil habitantes, mesmo com pendências junto ao governo federal, não ficarão sem receber recursos financeiros federais, o que em tese vai acabar aquela choradeira dos gestores públicos que não concluiu as obras em razão dos antecessores não cumpriram com seu papel.

PT não prestigia a imprensa

É fato o PT através de seus caciques leia-se senadora da República Fátima Cleide, deputado federal Eduardo Valverde e o prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho, estiveram reunido com os filiados do diretório municipal do PT de Ouro Preto na Câmara de vereadores e para não fugir a regra a petezada não convidaram a imprensa local, na certa para não registrar os já tradicionais bate-bocas que sempre ocorrem nos encontros.

Feira livre

As duas feiras livres que ocorrem em Ouro Preto semanalmente precisa urgentemente de uma ação da prefeitura municipal, sob pena de acabar em pouco tempo, é claro a falta de incentivo do Poder público, que também não fiscaliza os locais que impera a falta de higiene o que afasta os consumidores.

Impune

Até quando a população de Ouro Preto vai conviver com a fedentina que o Laticínio Três Marias provoca todos os dias, o fato é que os órgãos que deveriam fiscalizar esta pouca vergonha estão inertes e quem sofre com a omissão é o povo que não tem a quem recorrer pelo menos em termo de autoridades locais.


Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo