Indicação de um novo ministro para o STF pode ser atrasada por causa da pauta do Congresso - Justiça em Foco - Notícias
Justiça em Foco : Indicação de um novo ministro para o STF pode ser atrasada por causa da pauta do Congresso
Enviado por alexandre em 18/11/2012 20:01:30

Indicação de um novo ministro para o STF pode ser atrasada por causa da pauta do Congresso
Luís Inácio Adams diz que presidente busca ser "ágil" em indicação

A indicação da presidente Dilma Roussef de um novo ministro para ocupar a vaga deixada com a aposentadoria de Carlos Ayres Britto, no Supremo Tribunal Federal (STF), pode ser atrasada pela agenda do Congresso Nacional. De acordo com o ministro Luís Adams, da Advocacia-Geral da União (AGU), a presidente procura ser "ágil" em suas indicações, mas terá que esperar para lançar um nome para que o Senado possa promover a sabatina e votação do nome indicado. Adams afirma que o Congresso tem uma pauta tumultuada com votações de medidas provisórias e do Orçamento para o próximo ano. Ele também negou que possa ser um dos indicados para assumir a cadeira deixada por Ayres Britto, ou para assumir a Casa Civil. Integrantes do governo cogitam a possibilidade de Dilma indicar Adams para Casa Civil, caso a titular, Gleisi Hoffmann, volte para o Senado. Hoffmann poderá disputar o governo do Paraná em 2014. A aposentadoria de Ayres Britto foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (16). O ministro se aposentou compulsoriamente por ter completado 70 anos neste domingo (18). Até tomar posso oficialmente como presidente do STF na próxima quinta-feira (22), o ministro Joaquim Barbosa, assume o cargo interinamente. Informações da Folha de S. Paulo.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo