Regionais - PF lança campanha contra Janot e o governo - Notícias
(1) 2 3 4 ... 8166 »
Regionais : PF lança campanha contra Janot e o governo
Enviado por alexandre em 05/05/2015 20:51:37

PF lança campanha contra Janot e o governo

Leandro Mazzini – Coluna Esplanada

A ADPF deflagra nesta quarta a mobilização ‘Deixa a PF trabalhar’, em protesto contra o desdém do Governo com a corporação e o que chama de ingerência do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Nos bastidores do Governo há também uma luta pelo controle institucional dos inquéritos, travada pela Polícia e o Ministério Público – que desta vez ganha os holofotes à frente da operação Lava Jato, em parceria com a PF.

Mas a batalha vem de anos, e teve seu auge escancarado na tramitação da PEC 37, derrubada no Congresso Nacional, embora nos corredores do Congresso continue a luta de cada lado – delegados e promotores – pelo respaldo constitucional de poderes pelo inquérito.

Regionais : Pastor chama Fachin de esquerdopata
Enviado por alexandre em 05/05/2015 20:50:17

Pastor chama Fachin de esquerdopata

O pastor Silas Malafaia está a frente de mais uma polêmica envolvendo o conceito de família – um assunto que se arrasta no Legislativo em meio a debates entre parlamentares representantes de setores conservadores e progressistas da sociedade. Uma comissão especial na Câmara analisa o estatuto da família.

Ferrenho defensor do que ele costuma chamar "da moral e bons costumes”, Malafaia está usando o site "Verdade Gospel", para convocar "cidadãos de bens" a 'bombardear' por meio de e-mails os 81 senadores da República. O objetivo do pastor é barrar a indicação do jurista Luiz Edson Fachin para uma das vagas do Supremo Tribunal Federal (STF). Fachin foi indicado pela presidente Dilma Rousseff no último dia 14 e deverá ser sabatinado pelo Senado no próximo dia 13, conforme determina a Constituição para confirmação no cargo de ministro do STF.

Para Malafaia, Fachin é "contra a família brasileira" e, por isso, "quer destruí-la". Ele argumenta que o advogado como diretor do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBdfam) patrocina causas que, para Malafaia, são contrárias aos interesses da família brasileira.

Malafaia também diz que Fanchin faz parte de uma turma de "esquerdopatas" que pretendem " ideologizar o Supremo para produzir uma massa informe para ser manipulada por uma elite política". O pastor evangélico também nomeia Fanchin como "esse cara que tem ideia comunista".

Regionais : Governo determina corte de combustíveis para PM, PC, Bombeiros e SESDEC
Enviado por alexandre em 05/05/2015 20:43:11


Absolvido

Por unanimidade o Supremo Tribunal Federal (STF) absolveram o senador Valdir Raupp (PMDB) pela acusação de ter desviado recursos de um convênio entre o Estado e o Banco Mundial, na época em que governou Rondônia. Um parecer do Procurador Geral da República, Rodrigo Janot dizia não haver provas contra o senador, pedindo sua absolvição. O ministro relator Luís Roberto Barroso, acatou o pedido, assim como os demais.

O caso

De acordo com a acusação apresentada pelo Ministério Público Federal, o convênio entre o Brasil e o Banco Mundial liberava US$ 167 milhões para o gerenciamento dos recursos naturais de Rondônia. Diante dessa disponibilidade de recursos, Raupp firmou, na época, convênio com o Ministério do Planejamento que garantiria um repasse de cerca de R$ 21 milhões para a execução do Plano Agropecuário e Florestal de Rondônia (Planafloro). Na denúncia apresentada em 2010, o MPF alegava ainda que Raupp teria permitido a transferência da verba para o Tesouro Estadual e para a Secretaria de Fazenda do Estado, enquanto o recurso deveria ser exclusivo ao Planaforo. Na visão da Procuradoria, o desvio de recursos teria ocorrido entre 1997 e 1998 para quitar despesas do Estado de Rondônia.

Como Raupp

Não era o gestor do Planafloro, não podia ser responsabilizado pela manobra. Porém, Pedro Beber, que na época era o gestor, deverá ser condenado.

Silêncio

Já o senador Ivo Cassol (PR), cuja sentença foi confirmada pela Justiça Federal, preferiu o silêncio em relação ao caso. Procurado pela reportagem do jornal O Estadão de São Paulo, disse através de sua assessoria que não iria se manifestar. Na decisão, ele terá que devolver R$ 1,5 milhão aos cofres públicos. Você pode até achar pouco, tendo em vista que o senador é um dos homens mais ricos do Estado, mas acredite, quem conhece o italiano diz que ele vai ter trabalho em tirar os escorpiões do bolso para pagar essa conta.

Olha essa

Depois de determinar que toda a munição fosse retirada de delegacias, de mandar reduzir em 50% a quantidade de delegacias de Porto Velho, o governo da atrapalhação teve mais um lampejo de genialidade e resolveu que precisa cortar mais gastos na segurança pública e dessa vez o alvo é o combustível. O ofício Circular 0013/2015/GLOG, determina a redução de gastos com abastecimento de veículos das polícias Civil e Militar, além dos Bombeiros e SESDEC.

Pela nova cota

A Polícia Militar terá R$ 494 mil para gastar por mês, a Polícia Civil R$ 194 mil, os Bombeiros R$ 70 mil e a Sesdec R$ 45 mil. Enquanto isso, a Polícia Civil não tem seqwuer tonner para impressão nas delegacias.

Gargalo

O governo está cortando exatamente onde não deve, na segurança pública. Atualmente é um dos setores que mais tem desvio de função. Tem policial para todo lado, menos em delegacias e nas ruas. Até na Caerd tem polícia, na Sead, na Sedam, um verdadeiro desatino. E ainda bem que eles estão em desvios de função, do contrário não teriam condições de exercer a profissão. Sem delegacias para trabalhar, sem combustível para rodar e sem munição, o que eles querem na segurança pública?

Enquanto isso

Em Pimenta Bueno um artefato explodiu na casa de uma juíza, que é casada com um promotor de justiça. De concreto mesmo sobre o caso, absolutamente nada. Até agora só o que se viu foram notas de repúdio e de apoio ao casal, mas os motivos que levaram ao suposto atentado não foram esclarecidos por nenhuma das autoridades envolvidas.

Extra-oficialmente

Sabe-se que o promotor André Luiz Rocha de Almeida teria se envolvido em uma discussão em um mercado com um senhor de idade. Os motivos ainda não foram esclarecidos e uma das linhas de investigação teve início a partir daí. Por enquanto, como eu disse, nada de concreto sobre o caso.

De qualquer forma

Ocorreu um ato violento que deve ser apurado. É inadimissível no Estado de Direito aceitarmos qualquer tipo de violência. Mas, pelo jeito as investigações vão depender mesmo do Ministério Público, porque polícia tá em falta.

Reunião

E nesta quinta-feira, 7, representantes dos veículos de comunicação devem ser reunir na SESDEC para questionar a recomendação do Ministério Público que determina a proibição de exibir imagens de presos, feitas em delegacias de polícia ou em operações policiais. A recomendação partiu do promotor de justiça Shalimar Cristhian.

8 anos e 2 meses

Esse será o tempo de prisão que a ex-deputada Epifânia Barbosa (PT) e o ex-secretário municipal Edson Silveira terão que cumprir por um convênio fraudulento executado entre a secretaria Municipal de Educação (SEMED) e a escola Mojuca, na época em que Epifania foi titular da pasta. De acordo com o processo,  sob o argumento de garantir vagas para 303 crianças da rede pública de ensino fundamental, encaminhou ofícios a várias instituições de ensino para que informassem os preços praticados para o curso de alfabetização até a 4ª série. Porém, o fez apenas para justificar a contratação do Centro de Ensino Mojuca por R$ 322.695, em 2005, e R$ 479.250, em 2006. O convênio foi considerado fraudulento por auditoria realizada. O ex-secretário Edson Silveira, sócio fundador da escola e professor da Seduc, na vigência do convênio era duplamente beneficiado, pois recebia ajuda de custo da escola e remuneração dos cofres públicos para trabalhar no colégio Mojuca.

Sentença

Além da pena fixada, Epifânia e Edson Silveira devem pagar multa de 180 dias-multas na correspondência de meio salário mínimo por dia, o que totaliza 65 mil e 160 reais a serem pagos por cada um. Além disso, devem perder cargo ou função pública que porventura exerçam.

Em Ariquemes

O ex-senador Ernandes Amorim protocolou denúncia contra os policiais militares, Ten. PM Consalter – Cabo PM Glauber – Cabo PM Felix – Cabo PM Silveira e Sd. PM Vicente, que no dia 15 de Março deste ano, durante uma manifestação nas ruas da cidade, derrubaram o ex-senador de seu cavalo e protagonizaram cenas de abuso contra Amorim. Em sua denúncia, o ex-senador alega que, “ foi agredido moralmente pelo tenente que não usava farda no dia, e sobre o seu comando começaram as ameaças com uma arma de grosso calibre apontada contra sua pessoa,que imediatamente foi cercado pelo grupo de policiais que o agrediram fisicamente com tanta violência que quase o mataram”.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Exame de sangue detecta até 86% de casos de câncer de ovário precocemente

Clínica Mais Saúde (agende seu check-up 3214-847/9242-1079) – Um estudo britânico sugere que exames de sangue regulares podem detectar 86% dos casos de câncer no ovário de forma precoce. Exames feitos durante 10 anos em mais de 46 mil mulheres britânicas sugerem que este tipo de tumor pode ser detectado em um estágio inicial da doença. O câncer de ovário pode ser fatal pois, frequentemente, é diagnosticado muito tarde. A doença é de difícil de ser diagnosticada pois seus sintomas – dores abdominais, inchaço persistente e dificuldades para se alimentar – também são comuns em outros males. Mas exames de sangue podem detectar variações nos níveis da substância CA125, produzida por tumores no ovário. Para o estudo, o grupo de pesquisadores britânicos UK Collaborative Trial of Ovarian Cancer Screening fez exames de sangue anuais em mulheres que já tinham passado pela menopausa. Os cientistas checavam alterações nos níveis do CA125 durante os testes. Quando os níveis subiam, as mulheres eram encaminhadas para mais exames, incluindo um ultrassom. Os resultados dos testes, publicados na revista especializada Journal of Clinical Oncology, mostraram que 86% dos casos de câncer foram detectados a partir dos exames de sangue.

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 05/05/2015 20:41:07

ortes na segurança pública deixam o setor praticamente inviabilizado e complica trabalho da polícia

Absolvido

Por unanimidade o Supremo Tribunal Federal (STF) absolveram o senador Valdir Raupp (PMDB) pela acusação de ter desviado recursos de um convênio entre o Estado e o Banco Mundial, na época em que governou Rondônia. Um parecer do Procurador Geral da República, Rodrigo Janot dizia não haver provas contra o senador, pedindo sua absolvição. O ministro relator Luís Roberto Barroso, acatou o pedido, assim como os demais.

O caso

De acordo com a acusação apresentada pelo Ministério Público Federal, o convênio entre o Brasil e o Banco Mundial liberava US$ 167 milhões para o gerenciamento dos recursos naturais de Rondônia. Diante dessa disponibilidade de recursos, Raupp firmou, na época, convênio com o Ministério do Planejamento que garantiria um repasse de cerca de R$ 21 milhões para a execução do Plano Agropecuário e Florestal de Rondônia (Planafloro). Na denúncia apresentada em 2010, o MPF alegava ainda que Raupp teria permitido a transferência da verba para o Tesouro Estadual e para a Secretaria de Fazenda do Estado, enquanto o recurso deveria ser exclusivo ao Planaforo. Na visão da Procuradoria, o desvio de recursos teria ocorrido entre 1997 e 1998 para quitar despesas do Estado de Rondônia.

Como Raupp

Não era o gestor do Planafloro, não podia ser responsabilizado pela manobra. Porém, Pedro Beber, que na época era o gestor, deverá ser condenado.

Silêncio

Já o senador Ivo Cassol (PR), cuja sentença foi confirmada pela Justiça Federal, preferiu o silêncio em relação ao caso. Procurado pela reportagem do jornal O Estadão de São Paulo, disse através de sua assessoria que não iria se manifestar. Na decisão, ele terá que devolver R$ 1,5 milhão aos cofres públicos. Você pode até achar pouco, tendo em vista que o senador é um dos homens mais ricos do Estado, mas acredite, quem conhece o italiano diz que ele vai ter trabalho em tirar os escorpiões do bolso para pagar essa conta.

Olha essa

Depois de determinar que toda a munição fosse retirada de delegacias, de mandar reduzir em 50% a quantidade de delegacias de Porto Velho, o governo da atrapalhação teve mais um lampejo de genialidade e resolveu que precisa cortar mais gastos na segurança pública e dessa vez o alvo é o combustível. O ofício Circular 0013/2015/GLOG, determina a redução de gastos com abastecimento de veículos das polícias Civil e Militar, além dos Bombeiros e SESDEC.

Pela nova cota

A Polícia Militar terá R$ 494 mil para gastar por mês, a Polícia Civil R$ 194 mil, os Bombeiros R$ 70 mil e a Sesdec R$ 45 mil. Enquanto isso, a Polícia Civil não tem seqwuer tonner para impressão nas delegacias.

Gargalo

O governo está cortando exatamente onde não deve, na segurança pública. Atualmente é um dos setores que mais tem desvio de função. Tem policial para todo lado, menos em delegacias e nas ruas. Até na Caerd tem polícia, na Sead, na Sedam, um verdadeiro desatino. E ainda bem que eles estão em desvios de função, do contrário não teriam condições de exercer a profissão. Sem delegacias para trabalhar, sem combustível para rodar e sem munição, o que eles querem na segurança pública?

Enquanto isso

Em Pimenta Bueno um artefato explodiu na casa de uma juíza, que é casada com um promotor de justiça. De concreto mesmo sobre o caso, absolutamente nada. Até agora só o que se viu foram notas de repúdio e de apoio ao casal, mas os motivos que levaram ao suposto atentado não foram esclarecidos por nenhuma das autoridades envolvidas.

Extra-oficialmente

Sabe-se que o promotor André Luiz Rocha de Almeida teria se envolvido em uma discussão em um mercado com um senhor de idade. Os motivos ainda não foram esclarecidos e uma das linhas de investigação teve início a partir daí. Por enquanto, como eu disse, nada de concreto sobre o caso.

De qualquer forma

Ocorreu um ato violento que deve ser apurado. É inadimissível no Estado de Direito aceitarmos qualquer tipo de violência. Mas, pelo jeito as investigações vão depender mesmo do Ministério Público, porque polícia tá em falta.

Reunião

E nesta quinta-feira, 7, representantes dos veículos de comunicação devem ser reunir na SESDEC para questionar a recomendação do Ministério Público que determina a proibição de exibir imagens de presos, feitas em delegacias de polícia ou em operações policiais. A recomendação partiu do promotor de justiça Shalimar Cristhian.

8 anos e 2 meses

Esse será o tempo de prisão que a ex-deputada Epifânia Barbosa (PT) e o ex-secretário municipal Edson Silveira terão que cumprir por um convênio fraudulento executado entre a secretaria Municipal de Educação (SEMED) e a escola Mojuca, na época em que Epifania foi titular da pasta. De acordo com o processo,  sob o argumento de garantir vagas para 303 crianças da rede pública de ensino fundamental, encaminhou ofícios a várias instituições de ensino para que informassem os preços praticados para o curso de alfabetização até a 4ª série. Porém, o fez apenas para justificar a contratação do Centro de Ensino Mojuca por R$ 322.695, em 2005, e R$ 479.250, em 2006. O convênio foi considerado fraudulento por auditoria realizada. O ex-secretário Edson Silveira, sócio fundador da escola e professor da Seduc, na vigência do convênio era duplamente beneficiado, pois recebia ajuda de custo da escola e remuneração dos cofres públicos para trabalhar no colégio Mojuca.

Sentença

Além da pena fixada, Epifânia e Edson Silveira devem pagar multa de 180 dias-multas na correspondência de meio salário mínimo por dia, o que totaliza 65 mil e 160 reais a serem pagos por cada um. Além disso, devem perder cargo ou função pública que porventura exerçam.

Em Ariquemes

O ex-senador Ernandes Amorim protocolou denúncia contra os policiais militares, Ten. PM Consalter – Cabo PM Glauber – Cabo PM Felix – Cabo PM Silveira e Sd. PM Vicente, que no dia 15 de Março deste ano, durante uma manifestação nas ruas da cidade, derrubaram o ex-senador de seu cavalo e protagonizaram cenas de abuso contra Amorim. Em sua denúncia, o ex-senador alega que, “ foi agredido moralmente pelo tenente que não usava farda no dia, e sobre o seu comando começaram as ameaças com uma arma de grosso calibre apontada contra sua pessoa,que imediatamente foi cercado pelo grupo de policiais que o agrediram fisicamente com tanta violência que quase o mataram”.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Exame de sangue detecta até 86% de casos de câncer de ovário precocemente

Clínica Mais Saúde (agende seu check-up 3214-847/9242-1079) – Um estudo britânico sugere que exames de sangue regulares podem detectar 86% dos casos de câncer no ovário de forma precoce. Exames feitos durante 10 anos em mais de 46 mil mulheres britânicas sugerem que este tipo de tumor pode ser detectado em um estágio inicial da doença. O câncer de ovário pode ser fatal pois, frequentemente, é diagnosticado muito tarde. A doença é de difícil de ser diagnosticada pois seus sintomas – dores abdominais, inchaço persistente e dificuldades para se alimentar – também são comuns em outros males. Mas exames de sangue podem detectar variações nos níveis da substância CA125, produzida por tumores no ovário. Para o estudo, o grupo de pesquisadores britânicos UK Collaborative Trial of Ovarian Cancer Screening fez exames de sangue anuais em mulheres que já tinham passado pela menopausa. Os cientistas checavam alterações nos níveis do CA125 durante os testes. Quando os níveis subiam, as mulheres eram encaminhadas para mais exames, incluindo um ultrassom. Os resultados dos testes, publicados na revista especializada Journal of Clinical Oncology, mostraram que 86% dos casos de câncer foram detectados a partir dos exames de sangue.

Urgente : Falta de vacinas BCG atinge postos de saúde dos municípios rondonienses
Enviado por alexandre em 05/05/2015 20:36:28


Falta de vacinas BCG atinge postos de saúde dos municípios rondonienses

A vacina Bacillus Calmette-Guérin (BCG), responsável pela imunização de recém-nascidos contra a tuberculose, está em falta nos municípios da região central do Estado segundo ficou apurado pela nossa reportagem. Nos municípios de Ouro Preto do Oeste, Nova União, Mirante da Serra, Teixeiropólis e Vale do Paraíso a resposta nos postos de saúde é a sempre a mesma a vacina BCG está em falta e não há previsão do restabelecimento dos estoques, os pais estão sendo orientados a voltarem outro dia contudo não informa qual a data especifica.

Em contato com o gerente da I Gerência Regional de Saúde com sede no município de Ji-Paraná Ivo da Silva o mesmo informou que a falta de vacinas BCG ocorre em diversos Estados brasileiros. Ivo não soube precisar quando será normalizado o atendimento e disse desconhecer a informação que vem sendo repassadas nos postos de Saúde de que até a próxima quinta - feira (7) as vacinas vão está a disposição da população. “Não posso assegurar uma data exata, mas se estão falando isso ai, espero que seja verdade”, limitou a dizer o gerente.

A vacina BCG, (vacina contra difteria e tétano (dT), tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e outras infecções causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo b) só é encontra na rede pública de saúde. No município de Ouro Preto do Oeste o desabastecimento da vacina BCG ocorreu em grande parte por incompetência da Secretaria Municipal de Saúde que não fez um planejamento correto a cerca da quantidade que é aplicada mensalmente nos postos de Saúde do município.

Saiba Mais

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões. Anualmente, são notificados cerca de 6 milhões de novos casos em todo o mundo, levando mais de 1 milhão de pessoas à morte. No Brasil, a tuberculose é considerada um sério problema da saúde pública. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil novos casos e 4,6 mil mortes. O Brasil ocupa o 17º lugar entre os 22 países responsáveis por 80% do total de casos de tuberculose no mundo.

Fonte: ouropretoonline.com

(1) 2 3 4 ... 8166 »